Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

100% de remuneração para doenças auto-imunes incapacitantes para o trabalho e para incapacidades superiores a 60%

Para: Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da Republica; Assembleia da Republica; Primeiro Ministro; Assento Parlamentar; Ministra da Saúde; Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social

Ex.mos.
Tenho 45 anos, sou portador de doença auto-imune, nesta caso particular, doença de Bheçet e Espondiliartrite, diagnosticada em 2013.
Tenho um atestado multiusos de 83% de incapacidade definitiva (não preciso de reavaliação)
As doenças em causa produzem efeitos dolorosos nos músculos, articulações e nas regiões tendinosas, havendo muitos mais sintomas, dependendo de cada pessoa.
Para que fiquem ao corrente este tipo de doenças não têm cura, apenas soluções para tentar melhorar a qualidade de vida, dependendo de cada caso, como as mesmas são degenerativas.
A medicação é vasta e nem sempre resulta, sendo sempre dispendioso, mesmo com genéricos. Existe também a medicação biológica.
A doença afecta o nível psíquico, havendo depressão, ansiedade, insónias.
O mau estar é constante havendo mais períodos negativos que positivos.
Trabalhar nem sempre é fácil, muitas vezes tendo de se recorrer à baixa.
Exercício físico é impossível, devido às dores e o aconselhável e fisicamente possível é caro.
Pessoas como eu encontram-se de baixa, outras com sorte, reformadas (a sorte depende dos anos de trabalho, pois as reformas são miseráveis).
Depois existe pessoas como eu, que além de serem mal tratadas, humilhadas e enxovalhadas pelo serviço de inspecções da S. Social que muitas das vezes gozam com o nosso estado de saúde, alguns até desconhecem, por incrível que possa parecer e até mandam-nos trabalhar, mesmo não podendo e mesmo que a doença esteja clinicamente bem fundamentada. É triste sermos tratados por um sistema de saúde que por vezes ainda nos deixa mais doentes ao ponto de duvidarmos do que somos e principalmente por sermos tratados por pessoas, que são médicos, mas que por vezes de tal têm pouco, e muito menos de seres humanos se podem classificar.
Eu estou de baixa há três anos e ao fim de seis meses de baixa, fui considerado apto para trabalhar, não porque estivesse bom, pois a doença assim não o deixa, como fiquei sem fonte de rendimentos.
Fui considerado apto porque estava há muito tempo de baixa, não porque estivesse bom.
É inadmissível este tratamento a quem está mesmo doente.
Além de ter a certeza que este sistema da S, Social tem de ser revisto, solicito que nestes casos de doença prolongada em que a cura não existe e comprovada inclusive com atestado de incapacidades superiores a 60% deviam ser remuneradas a 100% por tudo que implica, medicação, deslocações aos hospitais, impossibilidade de obter remuneração pelo trabalho e e na prospecção de uma melhor condição de vida.
Como em tudo na vida, há casos e casos e os que merecem a atenção e o cuidado devem ser analisados e reposto alguma verdade, sendo que somos humanos e que não estamos livres de nada.
Hoje bem, amanhã mal para sempre.
Queria dizer mais pormenores mas o cansaço não me deixa reproduzir tudo o que sinto. Apenas apelar ao bom senso e ao reconhecimento da causa.

Cumprimentos,
Paulo Dias




Qual a sua opinião?

100% de remuneração para doenças auto-imunes incapacitantes para o trabalho e para incapacidades superiores a 60% , para Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da Republica; Assembleia da Republica; Primeiro Ministro; Assento Parlamentar; Ministra da Saúde; Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social foi criada por: Associação de doenças auto-imunes.
A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
1.650 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.