Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Petição Pela publicação do livro "A última madrugada do Islão"

Para: Direcção da Chiado Editora e todos os reconhecem o valor do Direito à Liberdade de Expressão

No dia 18 de Julho estava pevisto o lançamento do livro "A última madrugada do Islão" de André Ventura, numa edição da Chiado Editora. Este livro é a primeira parte de uma trilogia que o autor pretende publicar nos próximos dois anos, e resulta de uma vasta investigação histórica, apresentando pontos que se revelam particularmente polémicos:


"- A recriação do cenário em que morreu o líder histórico dos Palestinianos, Yasser Arafat. Segundo André Ventura, Arafat terá sido vítima de uma gigantesca conspiração interna, destinada a apagar todo um conjunto de elementos comprometedores para a OLP, nomeadamente a sua homossexualidade, a contaminação com o virus da SIDA, e a relação com o tráfico de droga internacional.

- A vida de um jovem muçulmano residente em Paris e a sua sobrevivência numa moderna sociedade ocidental. A luta permanente entre o “espírito europeu liberal” e o fundamentalismo islâmico, numa narrativa em que a dimensão religiosa, psicológica e sexual se misturam e se confrontam nas linhas do Corão."


Depois da editora ter começado a promoção deste livro recebeu várias ameaças anónimas, e alegando que tinha ainda na sua posse "comentários de professores universitários, entre os quais o Professor Pablo Cortés (University of Leicester) e o Professor Olufemi Amao (Brunel University) e membros da comunidade muçulmana que nos pediram expressamente a não divulgação dos respectivos nomes com receio de represálias" a Chiado Editora declara que "a orientação recebida vai no sentido de que “A Última Madrugada do Islão” tem um “potencial incendiário” de “consequências imprevisíveis”, pela envolvência psicológica e sexual que rodeia a figura do Profeta Maomé, assim como pela indicação de pessoas e lugares reais da Organização para a Libertação da Palestina (OLP)."

Devido a isto a editora decidiu solicitar um parecer sobre o "eventual conteúdo ofensivo e controverso da obra em questão" ao Sheikh David Munir, líder da Comunidade Islâmica de Lisboa, declarando que "do resultado deste parecer, dependerá a decisão definitiva sobre a publicação, no mercado português, de “A Última Madrugada do Islão”.".

Não aceitamos que, num país onde o direito à Liberdade de Expressão foi conquistado há 35 anos atrás, se sujeite a decisão de publicar um livro ao parecer de um lider religioso.

Assim, apelamos à Chiado Editora que não ceda a pressões e publique o livro "A última madrugada do Islão".



Qual a sua opinião?

Esta petição foi criada em 24 Julho 2009
A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
71 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.