Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: PATERNALISMO E DIETA FORÇADA NOS SERVIÇOS DE SAÚDE, para Trabalhadores do SNS, deputados da Assembleia da República e cidadãos em geral

Nome Comentário
Ana s. Eu tenho o direito a escolher o que como
Jofrina p. Pretendo comer tudo aquilo que eu quiser nos bares dos Hospitais
Ricardo . Acho que como adulto e vivendo num estado de direito não devo estar sub-jogado a este tipo de totalitarismo típico do estado novo. Viva o 25 de Abril
Nelson C. Cada um tem direito a escolher o que comer
Antónia . Ainda estamos num país livre. Ainda podemos escolher o que comer?
Maria . Se o governo quisesse mesmo prevenir a obesidade podia trocar o preço dos bolos pelo preço das sandes. É inadmissível que um bolo continue a ser mais barato do que uma torrada ou uma sandes de pão de mistura.
Tiago F. Esta política só ajuda os restaurantes da área
Maria P. Porque em democracia, cada um é livre de fazer as suas escolhas de vida...
Maria S. A opcao tem de ser nossa. A prepotencia nao e uma opcao
Lucinda F. Uma boa solução.
Sandra . Concordo somos livres e de podermos escolher o que comer.
Maria . Já não há paciência para a imposição de formas de vida por decreto lei. Um destes dias o Estado é mais repressivo que antes do 25 de abril. Começou nas cantinas, continua com as beatas no chão e vai parar onde?
Cecilia . Era o mais faltava ??????
Sofia C. Dizem que é um estado Democrático? Como se esta legislação apenas penaliza os trabalhadores que não têm tempo para ir ao exterior comer (os utentes internados não podem aceder ao serviço de bar!)? E, desde quando é que um adulto não tem capacidade para fazer as suas escolhas - tenho idade para votar, mas não capacidade para decidir o que comer? Comecem então pelo bar da Assembleia da Républica para dar o exemplo!!!!!!!!!!

Assinaram a petição
139 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição