Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Não à Prova de Avaliação de competências e Conhecimentos, para Ex.ª Senhora Presidente da Assembleia da República

Nome Comentário
Sara S. Acho que os 5 ou 7 anos em que os Professores passam a estudar e todo o trabalho que têm não devem ser avaliados por um "teste" de conhecimento.
HUGO V. JÁ DEI AULAS NO ENSINO PÚBLICO , E ESTA PROVA NUNACA DIGNIFICARA A MINHA PROFISSAO ,NEM O MEU PROFISSIONALISMO ENQUANTO DOCENTE
Andreia s. Esta prova não avalia os conhecimentos e capacidades dos professores para exercerem as suas funções.
Eduardo G. estou perfeitamente de acordo ao não à prova de avaliação de competência e conhecimentos.
Lénia F. Vamos pôr no terreno, o que pomos diariamente dentro da sala de aula: a quem de direito, façam a chamada dos professores inscritos para a prova e certifiquem-se de que nenhum a faz.
Maria F. Sou professora aposentada e mãe de um professor contratado...depois das provas que este tem dado ao longo de contratos sucessivos, de ter sido sempre avaliado o seu empenho e desempenho de bom e muito bom professor e tendo em conta que o meu filho cumpre na integra os requisitos legais exigidos para ser professor considero uma injustiça e desconsideração submeterem-no a uma prova passados muitos contratos homologados, inclusive estando a exercer funções que poe em causa a sua vida profissional. Eu, sua mãe, que me sacrifiquei para lhe dar este curso, enfim, fazendo de tudo para lhe proporcionar a ferramenta para concretizar o seu sonho...ser professor, sinto-me defraudada , culpada...e desesperrada . Reclamo de V.Ex.ª justiça. Já bastava estar a ser usado anos consecutivos como trabalhador precário, desempenhando embora cabal e eficazmente funções de efetivo...obviamente ao arrepio das normas consagradas do trabalho, nacionais e internacionais. Por favor, faça-se justiça!!!!! Fui 42 anos também professora e não quero crer que o Ministério da Educaçao desça tao baixo...
Rafaela M. Sou, além de outras situações profissionais, professora, tenho 3 pós-graduações, um Mestrado, estou a tirar o Doutoramento... estagiei, passei pelo período probatório, sou avaliada anualmente e agora ainda querem fazer uma prova que dita se sou ou não capaz?! Só existe uma palavra: VERGONHA!
Olinda S. É indigno o que nos fazem passar a nós professores...
JOSE S. SEM COMENTÁRIOS. OU MELHOR: PORQUE NÃO FAZER PROVAS DE COMPETÊNCIA A POLÍTICOS, MINISTROS E ADJUNTOS. QUALQUER BADAMECO PODE SER PRIMEIRO MINISTRO E NINGUÉM SE IMPORTA
Sara F. Inadmissível
Élia R. O exame não faz parte das condições exigidas no Estatuto da Carreira Docente de acesso à carreira. Os professores recebem formação para exercer a sua carreira e já se encontram a ser avaliados, de várias formas e diariamente.
Octavio C. É inadmissível o que estão a fazer aos profissionais do ensino, uma vez que têm competência pedagógica para exercer as suas funções.
Luis G. Desprestígio para Universidades e Escolas Superiores, ao Ensino Público e aos Alunos, depois do percurso académico que cada docente teve que passar.
HUGO V. ACHO COMPLETEMENTE LAMENTAVEL, DUVIDADREM DA MINHA COMPETENCIA PROFISSIONAL APOS 4 ANOS NUMA UNIVERSIDADE. JÁ EXERCI NO ENSINO PUBLICO E RECUSO-ME A REALIZAR ESTA PROVA E A PAGAR 20 EUROS CONTRA ESTA PROVA. O SR MINISTRO NUNO CATRO QUE SE DIMITA E TENHA VERGONHA. PREOCUPEM-SE EM DAR UM ENSINO PUBLICO DE QUALIDADE EM VEZ DE CRITICARAEM A CLASSE DE PROF DA QUAL EU FAÇO PARTE.
Pedro G. Penso que este tipo de prova não faz qualquer sentido. Apelo aos professores que uma vez por todas se unam e não coloquem lá os pés...
Helena S. Exijam a cada ministro, deputado, presidente, diretor de grandes empresas públicas, treinador de futebol… que preste provas de avaliação de competências para os devidos cargos (criadas a nível nacional e devidamente certificadas) previamente à tomada de posse desses cargos. A sua responsabilidade 'deve' ser maior do que a dos professores e certamente por isso já são profissionais melhor remunerados e compensados. Por isso o rigor das Provas de Avaliação de Competências e Conhecimentos para a entrada e permanência nos cargos deve ser ainda maior. Pela superior importância dos seus cargos, também deverão ser sujeitos a congelamentos superiores aos dos professores...
Elisabete F. Somos professores profissionalizados. Temos diplomas certificados pelas universidades que comprovam os nossos conhecimentos e competências. Exigimos equidade e respeito. Basta de Discriminação!
Ana P. Sou Educadora de Infância com 28 anos de serviço, sinto-me humilhada com este exame.
Teresa R. Não concordo com esta prova. 1- os professores já foram avaliados pelas universidades. 2- os políticos foram alunos pelos professores, agora postos em causa. Esta avaliação não tem fundamento, é uma mera questão economicista e de interesses políticos. Também os políticos deveriam ser avaliados pelas mesmas provas.
Luis M. A prova de avaliação de competências é um atestado de incompetências às próprias universidades que ministram os curso de formação de professores! Apliquem-nas a quem quer ir para a política e para o governo.

Assinaram a petição
13.244 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição