Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Petição Recusamos a presença de José Sócrates como comentador da RTP, para Deputados da Assembleia da República; Presidente da Administração da RTP: Alberto da Ponte; Presidente da ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social: Carlos Magno Castanheira; Secretário de Estado com funções sobre a Comunicação Social: Feliciano Barreiras Duarte; Provedor da RTP: José Carlos Abrantes.

Nome Comentário
José F. Este Senhor deveria ser considerado Persona non Grata por todos os cidadãos.
Jorge . O lugar desse senhor é na prisão
Maria P. Enquanto não for o seu julgamento só tem mais é que estar calado!
Guillermo P. Ele devia era aproveitar o tempo para devolver tudo o que roubou e ser preso para o resto da vida
Laureano S. Um corrupto a comentar na televisão publica, vergonhem-se
José C. NÃO CONCORDO, POUPEM-ME, por favor
Dulce D. Já não basta o senhor Sócrates ter andado a gozar com o dinheiro dos portugueses e a comprar casacos caros pra mãe e casas em paris com o desvio de dinheiro, ainda temos que levar com a sua presença como comentador de televisão?? Ele perdeu todos os direitos de falar sobre política e assuntos relacionados com o povo depois de todos os crimes que cometeu. É uma vergonha ter saído da prisão. Se fosse alguem do povo, pobre e não reconhecido a cometer um crime menos grave então esse já não saía da prisão. Enfim...
Olinda R. Já chega de falsos salvadores da Patria. Salvo raras excepções são todos uns corruptos, mentirosos, sem vergonha que mentem descaradamente.
Sandra R. Pelo motivo mais que óbvio!!!
Victor F. Ao comum do homens deve pertencer o pudor, e a Ética fica bem a todos, a um socialista, a um ex.parlamentar, especialmente a qualquer tipo de líder. É vergonhoso o que legou aos Portugueses
Joaquim M. Porque os órgãos de comunicação social estão a branquear pessoas que nos prejudicaram muito. Não tem ética.
JFernandes Quem rouba o povo ñ deve ter nenhum apoio ou trabalho no estado. Apenas prisão e congelamento das contas e mesmo devolução do dinheiro roubado. E a Mãe de socrates, deve devolver o dinheiro do estado da sua reforma.
joão f. que devolva o que desviou
Pedro V. Uma vergonha continuarem a dar tempo de antena a mentirosos compulsivos que ludibriam o Zé Povinho (e não só) com a pele de cordeiro e cara de sem vergonha. Obriguem é esse senhor a repor TUDO o que roubou dos Portugueses!
Patrícia O. É inadmissível que um corrupto tenha tempo de antena, em horário nobre, na televisão pública. Mostra como Portugal tão bem premeia os criminosos.
Paula M. O lugar de criminosos é na cadeia e não á frente das cameras de um canal publico. Isso é gozar com os portugueses.
Hugo L. Obrigado pela liberdade de expressão
Maria L. A luta pelas audiências deve ter mesmo um limite ou vários. Um deles é o da probidade dos comentadores políticos. Quando os próprios comentadores são políticos, a exigência deve ser ainda maior. Quando esses políticos-comentadores têm no seu currículo um longo rol de fraudes, actos de corrupção, nepotismo, prepotência, delapidação do erário público e governação ruinosa, como é o caso do pseudo-engenheiro Sócrates, o limite das boas práticas da comunicação social e do simples civismo foi largamente desrespeitado e ultrapassado. Proponho que, perante a inacção e permissividade da Autoridade Reguladora para a Comunicação Social, e sem engolir a falácia da liberdade de expressão (que se tolera a Neto de Mora mas não aos seus críticos), pura e simplesmente se desligue a televisão ou se mude de canal quando tal indivíduo aparece para opinar como se fosse um anjo imaculado e sábio. Mais uma prova de que a lei não é necessariamente sinónimo de justiça. A lei não o pode proibir de opinar, mas todos podemos optar por nunca o ouvir. Uma decisão sensata e justa. Muito embora o meu sonho seja o de pura e simplesmente eliminar tal indivíduo de toda a vida pública e política...
Maria . Chega de tachos!
Marco M. Quero o José atrás das grades!

Assinaram a petição
146.454 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição