Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

LEROY MERLIN - Lojas abertas apenas para grupos de Sáude e Profissionais de Construção

Para: Lojas Fisicas Leroy Merlin Portugal

Onde está a responsabilidade social da Leroy Merlin durante o Estado de Emergência?

Mantêm as lojas abertas com colaboradores e clientes em plena livre circulação, com horários desencontrados e por vezes reduzidos em algumas lojas.
São regras de bom senso mas ineficazes perante uma Pandemia com esta tipologia e dimensão.
Utilizam regras de segurança e contingência diferenciadas em diversas lojas como por exemplo controlo de entradas de clientes. Numas existe e noutras não.
Não garantem a todos os colaboradores materiais de prevenção mínimos como luvas e máscaras, apenas garantem álcool-gel para os seus colaboradores e clientes.
Exercem discursos de influência com todos os seus colaboradores e chefias em que os alicerces destes discursos são as permanentes e insuficientes justificativas para manter as suas lojas em funcionamento.

O que dizem:
- Somos importantes para o país porque em caso de emergência estamos cá (canalização, climatização, construção. electricidade, etc);
- Existem muitas outras empresas a fazer despedimentos, nós preocupamos-nos em não o fazer, tentamos manter as nossas actividades para assegurar que isso não aconteça;
- Fazemos acções sociais e nesta altura oportuna já entregamos gratuitamente equipamentos a várias organizações e grupos (ainda mais o fazem nesta altura, para a foto, para os meios e redes sociais, para promover a falsa sensação da necessidade de estarem abertos para todos os clientes. Podem e devem continuar a fazê-lo mesmo com a abertura de lojas apenas para Profissionais da Área e grupos de Saúde, não precisam de abrir para a generalidade dos seus clientes para fazerem estas boas acções;

Vamos por partes:

Consideramos que a Leroy Merlin é sem dúvida alguma importante para o Pais numa situação de emergência como esta em que vivemos, ou seja, uma Pandemia por agora incontrolável. Portanto se assim é e como constatamos devem manter as suas lojas e actividades.
No entanto o seu foco tem que ser as organizações de saúde e profissionais das diversas áreas de construção.

A abertura das lojas ao público neste período de emergência deverá ser apenas para os profissionais de áreas de bricolage e construção e para todas as entidades e grupos relacionados com a sáude.
Mantendo o total apoio nesta luta e baixando o risco de propagação do vírus, o qual não estão a fazer e estão a ajudar a propagar a doença com as politicas e acções até agora tomadas.
Clientes com postura assintomática, ou seja sem sintomas, não significam que não possam estar infectados e são susceptíveis de transmitir permanentemente o vírus COVID-19

A Leroy Merlin devia promover os serviços ONLINE e reforçar essas equipas. Entregas gratuitas num raio de X Km para clientes que não sejam profissionais. Deviam manter lojas abertas com controlo de entradas para Profissionais.
O facto de fecharem as lojas à generalidade do público não os vai impossibilitar de contribuir socialmente seja com que organização for, pelo contrário estão a ajudar no controlo da pandemia e a libertar os profissionais de saúde de mais possíveis infectados. Passam então a tentar minimizar o risco de propagação do COVID-19 que é altamente contagioso.

Concluindo...

Onde está a responsabilidade social e a preocupação pela saúde publica da Leroy Merlin? A preocupação pelas pessoas...e as suas equipas e familias?. Bandeira que defendem incansavelmente! A responsabilidade da Leroy Merlin está inteiramente relacionada e inter-ligada com os objectivos e lucros que podem obter mesmo que estes sejam muito inferior à normalidade numa outra realidade da nossa sociedade.
Nunca se esqueçam que muito em breve mais pessoas vão recorrer aos hospitais e muitas vão ter que lá ficar. Podem agradecer a estas empresas que não fazem tudo o que está ao seu alcance para minimizar os riscos de contágio. Preferem colocar em risco os seus clientes, funcionários e colaboradores assim como todas as suas famílias.

Coloquem a "mão na consciência" e lembrem-se que ninguém está imune nem mesmo quem toma decisões de "poltrona".

Ass: Por todos! Pela saúde de todos!



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
394 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.