Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Redução de propinas durante o estado de emergência (ULHT Lisboa)

Para: estudantes do Grupo Lusófona, pais e responsáveis

A pandemia causada pelo Covid-19 levou escolas e universidades de todo o país a tomarem medidas que não poderiam ter sido planeadas no início do ano letivo. Encontramo-nos numa situação à escala mundial que afeta todos os ramos da sociedade, incluindo os estudantes.
As novas condições que enfrentamos têm implicações graves para a situação socioeconómica de todos os trabalhadores, mas também dos estudantes.
O plano de contingência do nosso país e o estado de emergência, recentemente aplicado, exigem uma tomada de decisões e de adaptação às circunstâncias atuais.
Estas circunstâncias pedem e/ou obrigam os trabalhadores de qualquer faixa etária a permanecer em casa e, na grande maioria dos casos, com cortes salariais. Assim, o pagamento das propinas dos estudantes torna-se uma tarefa mais difícil para todas as famílias portuguesas.
A implementação do ensino à distância, apesar de se mostrar eficaz em algumas instituições onde começou rapidamente a ser implementada, não é de todo equiparável ao ensino presencial e aos benefícios que este fornece.
A ULHT fornece aos alunos várias instalações como laboratórios e salas de estudo, assim como oportunidades para enriquecer o percurso académico através de palestras e jornadas. No entanto, por tempo indeterminado, nenhum aluno poderá usufruir desses benefícios.
Assim, em nome de toda a comunidade estudantil da ULHT, apelamos à diretoria da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias uma retificação e ajustamento do custo das propinas.
Pretende-se assim que o valor seja mais justo tendo em conta que, de momento, depende de cada aluno o acesso à internet e a meios tecnológicos para prosseguir neste semestre e terminar o ano letivo em que se encontra.
Este pedido é apenas válido para o período de tempo em que o ensino seja realizado à distância. Uma vez reestabelecido o ensino presencial regular, o custo da proprina voltaria ao normal.
Obrigado pela atenção e compreensão.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
3.589 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.