Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Obras em Curso no Bairro de S. Miguel

Para: Exmo. Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Alvalade (c/c Sr. Vereador da Mobilidade da CML

A intervenção que está em curso no Bairro de São Miguel visa, segundo informação disponível no site da Junta de Freguesia (https://www.jf-alvalade.pt/tema-a-tema/espaco-publico/melhorar-alvalade/), eliminar o tráfego de atravessamento do Bairro (Av. Roma/Av. República). Tal determinou a alteração recente das condições de circulação na Rua Alfredo Cortez (apenas 1 sentido).
Visa ainda, segundo a mesma fonte, “aumentar as condições de segurança de todos os que vivem e circulam nesta área”. Desconhece-se quantos acidentes ou atropelamentos existiram no Bairro, que justifiquem as intervenções previstas, em particular nas ruas Diogo Bernardes, Flores do Lima, Jorge Ferreira de Vasconcelos, Alfredo Cortês e António Ferreira, que sofrerão alterações profundas.

A análise dos elementos disponíveis no site da Junta de Freguesia permite concluir que, as intervenções em curso, vão muito para lá dos objectivos enunciados e irão dificultar muito as condições de estacionamento no Bairro, já de si muito difíceis.

Sabia que, todas as noites, comprovadamente, cerca de 150 carros de residentes no Bairro estão estacionados informalmente? E que tal deixará de ser possível num futuro muito próximo em resultado da obra em curso? Sabe certamente que a maioria dos prédios do Bairro não tem garagem. Mas sabia que alguns prédios apresentaram na Câmara Municipal de Lisboa pedidos de aprovação de construção de garagens e que os mesmos não foram aprovados? Quando as obras estiverem concluídas, onde é que vai estacionar o seu carro?

Sabia que o estreitamento dos arruamentos e o prolongamento dos passeios nos entroncamentos (diminuição dos raios de curvatura) vai dificultar a circulação das viaturas de socorro (carros dos bombeiros), diminuindo as condições de segurança do Bairro e de todos os que nele habitam?
Sabia que, pela mesma razão, na época das colónias de Verão (jardim de Infância e escola primária), o conflito já existente entre a paragem e circulação dos autocarros e o transporte individual (estacionamento e circulação) vai ser muito agravado?

Sabia que, não obstante a escola primária ter estado em obras ao longo dos últimos 4 anos e ter sido inaugurada no passado dia 18 de Setembro pelo Sr. Presidente da Câmara de Lisboa, está previsto o estreitamento do passeio em frente da entrada e escadaria principal, e que o estacionamento passará a ocupar toda a frente da escola? A situação actual, em que as crianças saem dos carros em segurança (sem necessidade de atravessamento da rua) e em que o passeio largo em frente permite o usufruto seguro e agradável do espaço pelas crianças e famílias, vai ser totalmente alterada. Tal condicionará fortemente (ou inibirá) o uso da entrada principal da escola.

Será que se pretende que a entrada nobre da escola (pela Rua Jorge Ferreira de Vasconcelos), e pela qual o Sr. Presidente da Câmara entrou para inaugurar a escola no passado dia 18 de Setembro, deixe, simplesmente, de ser utilizada?!

Já reparou que a obra se iniciou sem qualquer informação prévia à população (folhetos nas caixas de correio, cartazes na rua, informação nos estabelecimentos comerciais, informação na vitrine da Junta de Freguesia existente junto ao jardim...)?

Já reparou que, ao longo das últimas semanas, a obra decorreu sem qualquer identificação (placa de obra) com a informação essencial (dono de obra, designação, duração, valor de adjudicação, empreiteiro)?

Já reparou que, ao longo das últimas semanas, o estaleiro da obra ocupou 10 lugares de estacionamento, sem qualquer sinalização/explicação/informação, agravando desde já as dificuldades de estacionamento diário (e atravessamento) de todos aqueles de nós que chegam a casa depois das 18:30h?

Já pensou que o agravamento intencional (e progressivo) das condições de estacionamento nocturno, para os residentes, pode ter como objectivo a construção num futuro próximo de parque de estacionamento subterrâneo? Sabia que tal já foi contestado por diversas vezes ao longo dos últimos 12 anos, por vários moradores do Bairro (sessões públicas, abaixo assinados, intervenções na Assembleia Municipal)?
Já pensou no impacto que uma obra de construção de um parque de estacionamento subterrâneo terá no Bairro durante 3 ou 4 anos? Já pensou que as rampas de acesso a um futuro parque de estacionamento (que poderão ter cerca de 20 a 30 metros) irão introduzir fortes perturbações na funcionalidade e estética do Bairro?

Parece-lhe razoável? 



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
122 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.