Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Petição a favor da manutenção do Museu Nacional da Música em Lisboa

Para: Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Lisboa

Senhor Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Lisboa,

Os peticionários, interpretando igualmente as expectativas dos sócios da Associação de Amigos do Museu Nacional da Música (MNM) expressas na sua Assembleia-Geral de 26 de Março de 2019, vêm solicitar a disponibilidade de Vossa Excelência e dos órgãos camarários para, em natural articulação com o Ministério da Cultura e a Direcção do MNM, viabilizar uma solução imediata que permita uma nova instalação do MNM em Lisboa, em condições adequadas, permanentes e com capacidade de expansão, sem prejuízo de outras formas de desconcentração geográfica e descentralização funcional consideradas necessárias agora ou no futuro.

Em síntese, consideramos que:
1. O MNM – de âmbito nacional desde 18 de Maio de 2015 - abriu ao público em 1994, tendo, então, beneficiado de um protocolo de mecenato assinado entre o ex-Instituto Português de Museus e o Metropolitano de Lisboa, que permitiu a sua instalação temporária num espaço adaptado para o efeito, na ala poente da estação de metropolitano Alto dos Moinhos.
2. O MNM tem como principal missão estatutária salvaguardar, conservar, estudar, valorizar, divulgar e desenvolver os seus bens culturais, promovendo o património musicológico, fonográfico e organológico português, e, ainda, incentivar a qualificação e divulgação da cultura musical portuguesa.
3. Assim sendo, o MNM é muito mais do que uma exposição de instrumentos musicais. Nele se desenvolvem actividades e se estabelecem relações e parcerias que lhe dão uma expressão muito mais identitária, integradora e completa. Nele se entrecruzam os objectivos de exposição, documentação, comunicação, investigação, produção de conhecimento, democratização do acesso e preservação dos bens culturais que lhe estão confiados.
4. Além disso, o MNM tem vindo a desempenhar um papel importante na sua ligação com outras instituições. Referiram-se, por exemplo, a articulação com o Conservatório Nacional, com as numerosas escolas de música de Lisboa, com as visitas e audições designadamente de estudantes de música, com os estágios e coordenação de mestrados de alunos das universidades públicas de Lisboa, com a disponibilidade mecenática dos músicos que nele se apresentam regularmente.
5. A existência de doações e legados a favor do Museu é favorecida pela sua visibilidade e proximidade, que lhe é dada pela sua permanência na cidade de Lisboa. Aliás, o espólio do MNM tem a sua origem nas colecções privadas reunidas no final do séc. XIX e início do séc. XX de Alfredo Keil e de Michel Angelo Lambertini, tendo este último dedicado grande parte da sua vida ao projecto de criação de um museu. Importa ainda acautelar que tem havido apoios e doações que estão relacionados com a manutenção de instalações definitivas do museu em Lisboa.
6. O MNM deve desenvolver as condições necessárias para uma oferta que tenha um efeito cultural, educativo e turístico multiplicador, e que seja cómoda e apelativa para os visitantes portugueses e estrangeiros que, em parte significativa, começam e terminam as suas estadias em Lisboa.
6. Não se trata de desconsiderar alternativas fora da cidade de Lisboa, nem nos move qualquer ideia de conservadorismo centralizador. Importa, sim, encontrar uma solução que consiga agregar:
- o aproveitamento de quase trinta anos de experiência, conhecimento e dedicação de dirigentes e funcionários;
- a maximização de sinergias de proximidade funcional, de estudo, de investigação e de captação de recursos próprios;
- a conciliação entre a desejável desconcentração através de polos do museu e as potencialidades de informação e divulgação que Lisboa sempre pode oferecer de uma maneira intensiva e permanente;
- a plena utilização deste património como recurso cultural, científico, educacional e turístico;
6. Tudo considerado, entendemos que o MNM deve manter o seu núcleo central na cidade de Lisboa, sem prejuízo de polos que se justifiquem em função de factores históricos, culturais, educativos e da expressão pluridimensional e integrada do seu desenvolvimento.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
802 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.