Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Afastar Quintino Aires da TV

Para: direcção de programas da TVI ; Sociedade civil interessada em ter um serviço de televisão isento de maus elementos

No dia 27 de Julho de 2016, no programa "Voce na TV" , da TVI, o sr Quintino Aires, resolveu soltar toda a sua má formação como cidadão e pessoa e proferir um discurso inflamado e cheio de ódio preconceituoso contra as comunidades ciganas.

As comunidades ciganas estão em Portugal ha 500 anos. Participaram na defesa do reino independente de Portugal (sendo que não aparecem nos livros de historia - como exemplo o caso de D Jerónimo da Costa), participaram na formação do que é considerado a expressão mais portuguesa da musica - o Fado, com a Severa e em caso mais recente não nos podemos esquecer da contribuição do Ricardo Quaresma na aquisição do titulo de Campões europeus no Euro'16.

As comunidades ciganas tem enfrentado seculos initerruptos de perseguição em Portugal, tendo um passado mais antigo , tambem de perseguição, em toda a europa, até aos dias de hoje.

Actualmente , individuos das comunidades ciganas tem uma esperança média de vida 18 anos inferior à do portugues não cigano , mas apesar disso, as proprias comunidades ciganas tem feito um trabalho para reverter essa situação.

Actualmente, 16%-31% dos agregados familiares ciganos vivem em condições precarias. A média Nacional situa-se nos 0,8%.

No mercado de trabalho ninguem dá emprego a ciganxs sendo que estes tem de recorrer ao trabalho precário ou informal, sendo que de há uns anos para cá o comercio a retalho e low-cost associado às grandes superficies comerciais tem dificultado o sustento das familias ciganas portuguesas dependentes do comercio informal, como as feiras.

Toda esta introdução serve somente para contextualizar as dificuldades da realidade que as pessoas das comunidades ciganas vivem, sendo que o quadro geral é muito pior do que este.

Mas mesmo assim, apesar de todas as dificuldades e de todo o ódio ciganofobo contra as comunidades ciganas, estas tem conseguido sobreviver até aos dias de hoje.

Por essa razão, está mais do que na hora de haver a devida consideração para com estas comunidades, começando pelo principal veiculo de estereotipos e de manutenção do precocneito e da discriminação - os media.

Neste dia, no seu espaço habitual o sr Quintino Aires proferiu declarações ultrajantes e mentirosas baseadas somente no seu preconceito e ódio ciganofobo. Declarações contrariadas pelos inumeros estudos já realizados e que apontam justamente o contrário das declarações feitas - os ciganos são vitimas de uma sociedade que as exclui continuadamente desde há séculos e não se opõem à 'integração', como poderão ver atraves das diversas noticias que partilharei no final deste texto.

Pessoas como o sr Quintino Aires não são excepção, têm tido demasiado tempo de atena para proferir discursos mentirosos e inflamar mais o ódio e o preconceito.

Não há outra resolução a ser tomada como resposta a não ser o afastamento definitivo deste senhor da TV e a devida retratação por parte da TVI, canal do programa que lhe tem dado voz e espaço para proferir as suas mentiras.

De lembrar que esse senhor tem recebido vários processos pela sua postura e declarações no passado. Até quando irá a televisão aberta ser conivente com uma pessoa com tão má formação?

Aquilo que o sr Quintino fez configura-se crime, pois racismo não é opinião é um crime.

Pede-se por isso que esse senhor seja afastado o quanto antes.

Explicação sobre o sucedido:
https://www.facebook.com/Destaveznaoeumcravoeumacerveja/photos/a.859848217402177.1073741828.859679330752399/1065474100172920/?type=3&theater

Fontes:

http://www.dn.pt/portugal/interior/ciganos-portugueses-tem-mais-doencas-cronicas-1397484.html
https://www.escr-net.org/caselaw/2013/european-roma-rights-centre-v-portugal-complaint-no-612010
http://www.eurofound.europa.eu/sites/default/files/ef_files/pubdocs/2012/021/pt/1/EF12021PT.pdf
https://www.facebook.com/Destaveznaoeumcravoeumacerveja/photos/?tab=album&album_id=947292915324373

Outras fontes:
http://plataformamulheres.org.pt/projectos/opre-chavale/
https://torresvedrasweb.pt/projeto-piloto-tenta-promover-melhores-habitos-de-saude-na-comunidade-cigana/
http://www.publico.pt/sociedade/jornal/ciganos-procuram-emprego-148626
http://www.sosracismo.pt/ciganos-portugueses-sao-os-mais-pobres-da-europa-dependencia-do-rsi-preocupa/
http://adcmoura.pt/pareescuteolhe/?p=441
https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/5224
  1. Actualização #1 O que se tem dito sobre o assunto

    Criado em segunda-feira, 8 de Agosto de 2016

    Associações acusam comentador da TVI de promover racismo - Artigo no Publico https://www.publico.pt/sociedade/noticia/14-associacoes-acusam-comentador-da-tvi-de-promover-racismo-1739831 ++++++++++++++++++++++++++++++++++ Palavras de Quintino sobre ciganos geram polémica: “a maioria trafica droga e não trabalha” - Artigo no Economico http://economico.sapo.pt/noticias/palavras-dequintinosobre-ciganos-geram-polemica-a-maioria-trafica-droga-e-nao-trabalha_255469.html ++++++++++++++++++++++++++++++++++ Mensagem de Guilherme Leite sobre o Euro'16 - Video na Tv Saloia https://www.facebook.com/100011627320780/videos/221197191611190/ ++++++++++++++++++++++++++++++++++ Texto de João Teixeira Lopes sobre as Quintinices - Artigo no P3 http://p3.publico.pt/actualidade/sociedade/21281/quintinices ++++++++++++++++++++++++++++++++++ “Racista Sonso” por Gervasélio Pimentão - Infografico no blog L'Obéissance est morte https://obeissancemorte.wordpress.com/2016/08/05/racista-sonso-por-gervaselio-pimentao/




Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
2.491 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.