Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pela defesa das pradarias marinhas da Ria Formosa / For the protection of seagrass meadows in Ria Formosa

Para: Câmara Municipal de Faro

As pradarias marinhas são consideradas um “habitat prioritário” na Diretiva Habitats da União Europeia, sendo alvo de uma proteção especial. Fornecem inúmeros serviços ecossistémicos:
1) servem de habitat para juvenis de espécies importantes para a pesca e para espécies protegidas, como o cavalo-marinho;
2) contribuem para atingir a neutralidade carbónica porque absorvem CO2 e fixam-no no sedimento 8 a 30 vezes mais rapidamente que uma floresta o chamado carbono azul;
3) são verdadeiros “rins” que filtram a água, removendo os nutrientes nela dissolvidos provenientes dos efluentes urbanos e da agricultura, prevenindo fenómenos de eutrofização. Adicionalmente, oxigenam a água e removem a matéria em suspensão diminuindo a turbidez

O projeto promovido pelo Município de Faro para o novo porto de recreio é um crime ambiental porque planeia dragar uma área de 7 hectares de pradarias marinhas, o que resultaria na libertação de CO2 para a atmosfera equivalente às emissões de um incêndio de 200 hectares de floresta e que destrói o habitat de muitas espécies. Incrivelmente, a legalidade do projecto baseia-se num estudo de impacto ambiental (EIA) realizado há cerca de 20 anos que não contempla o estatuto de “habitat prioritário” que foi atribuído às pradarias marinhas.

Ao perpetuar a destruição de pradarias marinhas na Ria Formosa (foram destruídos cerca de 2000 hectares de sapais e pradarias marinhas nos últimos 130 anos), continuamos a delapidar este ecossistema tão importante para o Algarve e para o país.

Os peticionários apelam ao Município de Faro que não realize o porto de recreio neste local e que considere uma alternativa verdadeiramente sustentável.

A primeira frase da missão do Município de Faro na área ambiental é “Garantir a preservação do ambiente no concelho, a melhoria da sua qualidade e do desempenho ambiental do município e a promoção do desenvolvimento sustentável.”. Apelamos a que as ações do Município respeitem a sua própria missão.


____________________________________________________________________________

(English version)

Seagrass meadows are considered a "priority habitat" in the European Union Habitats Directive, which makes it subject to special protection measures. Seagrass meadows provide numerous ecosystem services:
1) They serve as habitat for juveniles of species which are commercially important, as well as for protected species, such as seahorses.
2) They contribute to achieving carbon neutrality by absorbing CO2 and fixing it in sediment 8 to 30 times faster than a forest, known as blue carbon.
3) They act as natural "kidneys" that filter water, removing nutrients dissolved in it from urban and agricultural effluents, preventing eutrophication phenomena. Additionally, they oxygenate water and remove suspended matter, reducing turbidity.

The project promoted by the Municipality of Faro for the new marina is an environmental crime because it plans to dredge an area of 7 hectares of seagrass meadows. This would result in the release of CO2 into the atmosphere equivalent to the emissions from a forest fire covering 200 hectares, destroying the habitat of many species. Incredibly, the legality of the project is based on an environmental impact assessment conducted about 20 years ago that does not consider the "priority habitat" status assigned to seagrass meadows.

By perpetuating the destruction of seagrass meadows in Ria Formosa (around 2000 hectares of marshes and seagrass meadows have been destroyed in the last 130 years), we continue to deplete this ecosystem, which is crucial for the Algarve and the country.

The petitioners appeal to the Municipality of Faro not to proceed with the marina in this location and to consider a truly sustainable alternative.

The first sentence of the Municipality of Faro's mission in the environmental area is "Ensure the preservation of the environment in the municipality, the improvement of its quality, and the environmental performance of the municipality, and promote sustainable development." We urge the Municipality to ensure that its actions align with its own mission.


Organizações peticionárias / Petitioning organizations:
Associação Natureza Portugal, em associação com a WWF (ANP | WWF)
Associação Vita Nativa - Conservação do Ambiente
BlueZ C - Instituto para a Conservação Marinha e Economia do Carbono
CPADA - Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente
Ecotopia Activa
FAPAS - Associação Portuguesa para a Conservação da Biodiversidade
Glocal Faro
Ocean Alive
Ocean Hub Portugal
Ocean Hub Algarve
PAS - Plataforma Água Sustentável
PROBAAL - Pró Barrocal Algarvio
Sciaena - Associação de Ciências Marinhas e Cooperação
SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves
Tavira em Transição


Referências / References:
Novo porto de recreio de Faro tem um impacto igual a 200 hectares de floresta a arder, Público, 4 de abril de 2021 - https://shorturl.at/muBR7
Ria Formosa, uma “fábrica” a absorver 2600 toneladas de carbono por ano, Público, 1 de março de 2021 - https://shorturl.at/sACOT
Porto de Recreio de Faro: Crime Ambiental ou Alternativa Sustentável? | Por Maria João Neves, Postal do Algarve, 8 de dezembro de 2023 - https://shorturl.at/vDQ29
Há lodo no cais | Por Luísa Schmidt, Expresso, 8 de dezembro de 2023 - https://shorturl.at/sxAF2
Novo porto de recreio de Faro implica um aterro de dois hectares na ria Formosa, Público, 8 de fevereiro de 2024 - https://shorturl.at/xDIV0




Qual a sua opinião?

Esta petição foi criada em 25 Janeiro 2024
A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
501 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.