Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Tavira - Celebrações ecológicas e inclusivas sem fogos de artifício

Para: Exma. Sra. Presidente da Câmara de Tavira, Exmo(a)(s). Sr(a)(s) Vereadores da Câmara Municipal de Tavira, Exmo. Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Tavira, Exmos. Srs. Deputados da Assembleia Municipal de Tavira

Vimos, por este meio, expressar indignação relativamente ao uso de fogo de artifício na cidade de Tavira em datas festivas, nomeadamente na passagem de ano e São João, e apresentar outras opções mais ecológicas e já utilizadas em outros municípios que com esta adaptação revelaram preocupações ambientais e com o bem estar de toda a comunidade, além de uma evolução neste nosso mundo novo onde tentamos diminuir a nossa pegada ecológica. Integrando nesta nossa zona uma reserva natural - Parque Natural da Ria Formosa - onde há a preocupação em preservar a fauna que nele existe, ainda mais vem sustentar esta nossa pretensão.

Vários estudos científicos vieram mostrar que o uso de fogos de artifício são nocivos às pessoas, animais e ecossistemas; trazem sérios riscos à saúde e segurança da comunidade (humanos e animais); e prejudicam o meio-ambiente, pois entre as substâncias resultantes da sua queima estão presentes o “carbono negro” ou “fuligem” apontados como os principais responsáveis pelo aquecimento global do planeta.

E por esse motivo, já várias cidades em diversos países proibiram o seu uso.

Riscos ao meio-ambiente:
- Os fogos de artifício, quando são lançados, emitem compostos poluentes (como dióxido de carbono, monóxido de carbono, dióxido de enxofre e uma combinação de minúsculas partículas sólidas e líquidas) consideradas o poluente atmosférico mais perigoso devido à sua capacidade de afetar os pulmões e o coração das pessoas, além de causar danos ambientais¹.
- Todos esses poluentes atmosféricos produzidos pela atividade pirotécnica acabam afetando o planeta, resultando em alterações na temperatura do ar, na humidade, na visibilidade do ar, entre outros fatores. - Durante as exibições de fogos de artifício, descobriu-se que o conteúdo de calor atmosférico aumenta, a temperatura do ar na superfície aumenta e a visibilidade do ar pode diminuir até 92%¹.
- Contribuem para a poluição da água com microplásticos - partículas de plástico de 5mm diâmetro ou menos, que podem aumentar até 1000% a sua presença nos ecossistemas aquáticos.
- A maior parte dos seus materiais residuais são altamente poluentes e não são possíveis de reciclar. Ao serem lançados, espalham-se por todo o meio-ambiente circundante e danificam os ecossistemas.
- Aumentam o risco de incêndio.

Riscos às pessoas:
- O barulho causa stress nas pessoas mais vulneráveis, como em crianças ou adultos (especialmente com síndrome de espectro autista) e idosos.
- Podem provocar ataques epilépticos, ataques cardíacos, convulsões e desencadear um episódio de pânico a quem sofre de stress pós-traumático ou de elevada ansiedade.
- É extremamente incômodo para as pessoas que estão hospitalizadas em hospitais ou em domicílio, assim como acamados ou pessoas que estão em casa em cuidados continuados.
- Existem várias ocorrências de acidentes relacionados à pirotecnia, como queimaduras, lesões com lacerações e cortes, resultando alguns em ferimentos, amputação de membros e até mortes.

Riscos aos animais:
- O som ensurdecedor e o brilho intenso emitidos durante este “espetáculo” pirotécnico são fontes de perturbação para inúmeras espécies de animais domésticos e silvestres.
Os ouvidos imensamente sensíveis dos cães e gatos, assim como de muitos animais silvestres, causando-lhes ansiedade e em muitos pânico, levando a fugas, desorientação, atropelamentos e ferimentos e mortes. Basta verificar a quantidade de animais desaparecidos (especialmente cães) no dia seguinte ao lançamento de fogos de artifício.
- “Os fogos de artifícios podem provocar ansiedade, taquicardia, vómitos, tremores, perda de controlo de urina e/ou fezes, necessidade de se esconder ou fugir, uivar, gemer ou ladrar. Tudo isto são sinais clínicos de medo e stress provocados pelos fogos, que podem culminar em convulsões ou morte no caso de animais muito medrosos e/ou com algumas patologias crónicas” ².
- Afeta os animais selvagens que fogem desorientados e ao se perder, não conseguem regressar novamente ao seu habitat. As aves que se encontram nas proximidades fogem, em massa,e voam em direção ao céu nocturno, podendo chocar contra edifícios, perder-se e desorientar-se ao ponto de caírem e morrerem.
- Há aves (e esta nossa reserva Natural tem uma vasta espécie de aves) que para fugir aos fogos de artifício quando são lançados, sobem em voo para cerca de 500 metros de altitude e permanecem nesta agitação durante mais de 30 minutos após o término dos rebentamentos, causando-lhes um grande cansaço físico e ansiedade.
- Há notícias de testemunham que na Suécia e EUA, após os fogos, centenas de tordos-sargentos (aves) foram encontrados mortos.

Com o avanço das alterações climáticas, ou seja, o aumento das temperaturas e a progressão da seca no território, e com os riscos para a saúde humana e dos animais aqui apresentados, assim como o aumento da probabilidade de incêndio, é emergente encontrar soluções mais sustentáveis, menos poluentes e perigosas para a comunidade deste município.

Por esse motivo, apresentamos algumas alternativas aos fogos de artifício, já utilizadas em algumas cidades internacionais e também nacionais:
- Video Mapping. É uma técnica que consiste na projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares, tais como estruturas de grandes dimensões, fachadas de edifícios, monumentos, ruas ou até mesmo rios. Podem ser criados vídeos relacionados com a história e a cultura de Tavira e serem projetados em vários edifícios da cidade ou até mesmo no Rio Gilão.
- Drones equipados com luzes led, sincronizados com precisão para criar figuras animadas no céu.
- Jogos de luzes e lasers.

Pelos motivos expostos, vimos apelar a V. Exas. que tenham em consideração a nossa proposta e se analisem a nossa recomendação de introdução de novas alternativas menos nocivas e mais atualizadas aos dias atuais, nas festividades deste nosso concelho.

Fontes:

¹.https://earth.org/environmental-impact-of-fireworks/

². Https://www.vetsobrerodas.pt/blog/fogos-de-artificio-e-animais-de-estimacao

https://www.publico.pt/2023/06/12/p3/noticia/fogodeartificio-traumatizar-animais-companhia-matar-animais-selvagens-2052998

“Fireworks, Autism, and Animals: What \"Fun\" Noises Do to Sensitive Humans and Our Beloved Pets [Retrospectroscope]“ https://ieeexplore.ieee.org/document/8471139

https://www.concepcaoacustica.com/post/fogos-de-artificio-um-breve-passeio-sobre-suas-consequencias-e-perspectivas-no-ruido-urbano



Qual a sua opinião?

Esta petição foi criada em 09 Janeiro 2024
A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
145 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.