Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pedido para defesa do Ensino Especial

Para: Ministério da Educação

Como pais e/ou tutores e encarregados de Educação de alunos duma escola de Ensino Especial, o
Colégio Eduardo Claparède, vimos solicitar a melhor atenção para o assunto abaixo:

Na véspera de arranque do novo ano letivo, no dia 5 de setembro de 2022, fomos contactados
pelo estabelecimento de ensino onde estão matriculados os nossos filhos/educandos e informados
que o Colégio atravessa uma grave crise financeira estando a iniciar o processo de insolvência, e que
seria impossível, dado as condições atuais, os alunos frequentarem o estabelecimento, pois o mesmo
irá encerrar com brevidade, não reabrindo em Setembro ou então mantendo-se apenas em atividade
até o mês de Dezembro para haver tempo para uma transferência menos atribulada dos 80 alunos ali
colocados.
Foi com grande perplexidade, angustia e desespero que pais e tutores receberam esta
informação.
Primeiramente porque estamos já no arranque do ano letivo e não temos alternativa de vaga
noutro estabelecimento que tenha as mesmas condições que este estabelecimento oferece;
Depois porque os alunos estão muito bem-adaptados a este Colégio, que é o exemplo de
dedicação, amor e inclusão que qualquer encarregado de educação deseja para um filho/tutorado com
incapacidade, deficiência ou problemas comportamentais que impeçam a frequência em ensino
publico regular inclusivo.
Ainda porque muitos de nós já conhecemos a experiência do sofrimento e da desadequação
destes alunos ao serem obrigados a frequentar uma escola de ensino publico regular e inclusiva.
Para muitos de nós, este Colégio não é uma opção mais sim a única solução encontrada para os
nossos filhos, netos, tutorados. Relembramos que a grande maioria destas crianças foram
encaminhadas pelas escolas de ensino público regular, não só por falta de adaptação dos alunos à
mesma, agravadas por falhas de recursos e de profissionais/técnicos especializados, mas também pela
falta de abrangência de áreas trabalhadas, como por exemplo nas atividades da vida diária tais como
cozinhar, limpar, organizar, socializar etc… Sentimos que este Colégio apresenta uma verdadeira
capacidade de promoção de inclusão social que resultou em melhorias notórias e evolução nos nossos
educandos! Aqui os nossos educandos estabeleceram laços de amizade, companheirismo e disciplina
que nunca conseguiram estabelecer na escola pública. Para alguns é ainda a única família que
conhecem, pois, o colégio também aceita alguns residentes.
De acordo com o Prof. Dr. Daniel Sampaio, num artigo de 2014 sobre Os colégios do Ensino
Especial*, nomeadamente o Colégio Eduardo Claparède, “sem o apoio do Minsitério, está em risco a
sobrevivência desta escola e de vários estabelecimentos de Ensino Especial. (…) Esperamos que
depressa se resolva este apoio essencial, sem o qual o Ensino Especial sofrerá danos irreparáveis.
Educar é incluir e evitar a discriminação”. Estamos em 2022 e as dificuldades continuam, assim como
continua o Prof. Dr. Daniel Sampaio a apoiar esta causa.
Os nossos educandos estão desejosos e animados com o arranque do novo ano letivo, onde vão
reencontrar os professores e amigos dos quais sentem saudades, e ainda não lhes dissemos que o
colégio iria encerrar. Simplesmente não temos coragem de os desiludir e também não conseguimos
aceitar esta situação penosa e de injustiça!
Mantemos ainda alguma esperança, uma esperança em vossas excelências! Apelamos que por
favor, pela saúde e bem-estar social das nossas crianças e jovens:
Que o Ministério da Educação reconsidere e atualize as verbas atribuídas a cada aluno, que estão
congeladas desde 2008!
Que reconheçam o papel importante destes estabelecimentos que são o último reduto para os
nossos educandos!
Que não deixem fechar estes estabelecimentos com profissionais dedicados e experientes, com
equipas que ao longo de anos ganharam experiência e deram resposta em casos muitos difíceis; trata-
se de um património de experiência de ensino e inclusão difícil de alcançar e reproduzir noutros
contextos…

Apelamos e reforçamos que consideramos esta a única resposta educativa devidamente
adequada aos nossos educandos, onde sentimos que são felizes e se sentem integrados.

Agradecemos desde já a vossa melhor atenção e sensibilidade para um assunto tão delicado,
mantemos a esperança de que ainda possa existir uma solução urgente que nos salve a todos desta
situação dramática.

Melhores cumprimentos,

Comissão de pais para defesa do Ensino Especial
comissaodepaisee@gmail.com

Lisboa, 10 de setembro de 2022.

* Os Colégios do Ensino Especial, Daniel Sampaio, in Público- Revista 2, 21/12/2014
(com a devida autorização, foto do artigo e do autor na petição)



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
5.393 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.