Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pela melhoria da linha 3021/3030 da Carris Metropolitana (anterior 129 dos TST)

Para: À Administração da TML, À Administração dos TST Senhores PResidentes da Câmara Muncipal de Almada, Junta de Freguesia da Costa da Caparica, Junta de freguesia da união das freguesias da Caparica e Trafaria

129 – 3021 /3030
Os abaixo assinados mostram a sua consternação pelas profundas alterações no trajeto desta carreira/linha. Esta linha é usada para:
• Transbordo com o barco na Trafaria
• Transbordo com as carreiras/linhas para Lisboa
• De cariz local para deslocação da população entre a Trafaria e Santo António para serviços públicos como escolas, unidade de saúde familiar, supermercados, comércio em geral, uma vez que nestas localidades não existem esses serviços ou são muito poucos
Os principais utilizadores eram:
• Crianças em idade escolar
• Idosos
• Em movimentos pendulares, adultos estudantes e trabalhadores em Lisboa
Quanto aos horários de funcionamento:
Anteriormente esta carreira permitia o acesso aos primeiros autocarros da madrugada na Costa da Caparica e para os primeiros barcos na Trafaria. Com estes horários não há qualquer alternativa para as muitas pessoas que os utilizam diariamente. Esta alteração total na vida das pessoas, divulgada com menos de 1 semana de antecedência, faz com que as pessoas não tenham possibilidade de se organizar, nem é admissível o corte de serviço público desta maneira radical em uma semana. Há pessoas que vão deixar de poder trabalhar onde trabalham, viver onde vivem ou sequer sobreviver, e a adaptação é morosa e não se faz em 1 semana: não se muda de emprego nem de casa à força em 1 semana.
Quanto à frequência:
Em estado de emergência devido à pandemia de COVID 19 os horários foram cortados de 41+(não foi possível identificar, pelo menos 9) frequências diárias entre as 4h55 e a 1h20 para 24+9 frequências diárias entre as 5h45 e as 21h35 e assim se mantiveram até aos dias de hoje. Foram feitas inúmeras reclamações aos TST, à Junta de Freguesia da Costa da Caparica e até à Câmara Municipal de Almada sem qualquer sucesso.
Com a alteração agora em curso, pretende-se passar para as 22+10 frequências diárias entre as 6h20 e as 23h40, o que é manifestamente insuficiente e claramente inferior ao que o que estava em pleno estado de emergência.
Esta carreira/linha era particularmente útil por ser uma linha curta e de rápido tempo de percurso (cerca de 15 minutos entre o centro da Trafaria e o Centro da Costa da Caparica, 20 minutos no percurso total), o que fazia que, quando a frequência era grande, as pessoas preferissem apanhar o autocarro do que fazer cerca de 1 hora de percurso a pé. No caso dos habitantes de Santo António e São João da Caparica, com tempos de percurso entre os 15 e os 30 minutos a pé, normalmente não compensam os tempos de espera nos horários de estado de emergência em vigor até 30/6/2022. Talvez por isso, se tenha verificado provavelmente um muito menor fluxo de passageiros nesta linha desde que foram colocados estes horários, pois os tempos de transbordo aumentaram consideravelmente ou mesmo já não existem autocarros para fazer o percurso.
Quanto ao percurso:
Lamentavelmente o percurso deste autocarro será desviado tanto do centro da sede de freguesia da Costa da Caparica, onde se situam todos os serviços e locais de transbordo para todos os outros transportes, como do terminal rodoviário, onde também seria possível fazer o transbordo para os outros transportes, como da própria escola C+S para onde se dirigiam centenas de alunos todas as manhãs e fins das aulas. É absolutamente incompreensível que isto se verifique. Ficam então servidas as praias por este transporte que era tão utilizado por locais. Relativamente à Trafaria, este autocarro também não passa no terminal fluvial, o que é completamente incompreensível.
A extensão de percurso até ao Monte de Caparica aumentará o tempo de percurso em 15 minutos e não se percebe quem servirá com uma frequência tão diminuta. Parece ter sido feita para transformar esta linha numa linha longa e poder cobrar uma tarifa de bordo mais elevada, por um lado, e por outro para pagar mais uns km ao operador de transporte que agora receberá por km percorrido.
Quanto aos terminais:
Os terminais em ambos os extremos são locais onde não existe um terminal como tal nem qualquer interface prevista com outros transportes, o que fará com que o motorista não terá onde ir ao WC ou comer. É incompreensível que, pelo menos na Costa da Caparica, este autocarro não vá até à Torre das Argolas (e na verdade, ainda não se sabe onde será o terminal pois nos possíveis locais designados como C CAPARICA AV G H DELGADO PARQUE não existe ainda a dia 27/6/2022 qualquer indicação de paragem.
Assim sendo, os abaixo-assinados exigem:
• O alargamento urgente e imediato do período horário de funcionamento, pelo menos pelos horários em vigor até 30/6/2022
• A manutenção pelo menos das frequências e os horários pré pandemia e sua compatibilização com os restantes transportes, designadamente os menos frequentes
• A passagem no terminal fluvial da Trafaria
• O términus do 3021 no terminal da Torre das Argolas e a passagem do 3021 pelo centro da Costa da Caparica

Os abaixo assinados,



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
76 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.