Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Medicina Sexual - Abaixo Assinado

Para: Exmº Secretário da Saúde e Proteção Civil da RAM Dr. Pedro Ramos; Exmª Presidente do Conselho de Administração do Sesaram, Eperam Drª Rafaela Fernandes; Exmo Director Clínico do Sesaram,Eperam Dr. Júlio Nóbrega; Exmº Presidente da Ordem dos Médicos da Secção Regional da RAM Dr. José Carlos Martins

Nós médicos, abaixo-assinados, vimos por este meio contestar a cessação da consulta de Medicina Sexual do Centro de Saúde do Bom Jesus (por deliberação do Coordenador do ACES), pelos motivos abaixo descritos:
1. A medicina sexual é uma área importante na abordagem do indivíduo e família tendo um papel proeminente na vida das pessoas, sendo essencial para o seu bem-estar e qualidade de vida. A saúde sexual não é apenas a ausência de doença do foro sexual, mas um estado de bem-estar físico, mental e social, englobando uma visão positiva, respeitosa e sem preconceitos da sexualidade.
2. Com o aumento do conhecimento dos processos fisiopatológicos nesta área, surgiu a Medicina Sexual, uma disciplina baseada na evidência científica, que trata todos os domínios da sexualidade, em ambos os sexos, e que pretende que as pessoas vivam a sua sexualidade de forma plena, segura e satisfatória.
3. A valência de Medicina Sexual do Centro de Saúde do Bom Jesus é a única consulta médica existente no Sesaram,Eperam , sendo inexistente na medicina convencionada na RAM. A médica responsável pela mesma tem a formação específica, devidamente comprovada e documentada pela Ordem dos Médicos e Associação Portuguesa de Medicina Sexual. Abarca todos os utentes de toda a RAM, referenciados por qualquer profissional de saúde
4. Sendo a Medicina Geral e Familiar, uma especialidade médica de primeira linha na acessibilidade aos recusos de saúde da população abarcando a saúde do indivíduo e famílias de forma holística independentemente da idade, género, etnia ou estado de saúde, de forma personalizada, entende-se que a abordagem da vida sexual é essencial.
5. Atendendo à especificidade da Medicina Sexual, os médicos de família consideram uma mais-valia a existência da mesma para a referenciação dos seus utentes com situações necessitadas de uma abordagem diferenciada.
6. A experiência e insight que os médicos de família têm dessa consulta desde a sua criação em 2014 é muito positiva. Os próprios utentes verbalizam aos seus médicos a sua importância e satisfação.
7. Por fim, nós médicos de família consideramos um atropelo à independência técnico e científica da especialidade de Medicina Geral e Familiar por parte do Coordenador do ACES, uma vez que a Medicina Sexual apesar da envolvência de outras especialidades médicas e não médicas, é uma área no domínio daquela especialidade,


Funchal, 30 de Abril de 2022



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
211 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.