Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pela avocação do processo de elaboração das listas de candidatos a Deputados do PSD pelo distrito do Porto pela Comissão Política Nacional do Partido

Para: Militantes do PSD

Porto, 29 de Novembro de 2021

Preocupados com a singularidade da situação que está criada no PSD por quem protagonizou a antecipação das diretas e do próximo Congresso com a elaboração das listas de candidatos a Deputados, desde logo fruto do calendário em que há agora 48h para que as concelhias remetam os nomes dos candidatos às CPDistritais, e este procedam, também de supetão, à sua aprovação e ordenação com consequente remissão à CPN para veredicto final em sede de Conselho Nacional já marcado para 3ª feira da próxima semana, lança-se a presente petição publica. Porque o processo vai decorrer sem tempo para permitir a reflexão que merece, parecendo até que é no fator tempo que se encontra respaldo para o “cozinhado” em que alguns procuram encontrar a sua própria tábua de salvação.
Mas se o tempo e a cronologia é adversa – mas, hoje, é o que é… - o problema não é burocrático antes e sim político. E no caso do distrito do Porto pior ainda, porque aqui, a Comissão Permanente Distrital, pelo seu sectarismo, controleirismo e a mais absurda tentativa de influenciar tudo e todos, abdicou do papel de árbitro na defesa dos interesses do distrito como lhe competia, e passou a ser líder de fação ao, desabridamente, apoiar aquela que, sábado passado, a maioria dos militantes rejeitou.
Falemos claro! Quem afirmou o que afirmou, suportou o que suportou e, tão “abnegadamente” defendeu o que não fez vencimento, deveria, num ato de lucidez política – e, já agora, de verticalidade e ética – auto excluir-se de um processo para o qual pode ter legitimidade formal mas já não tem idoneidade política. A que acresce, que é do domínio do óbvio, que quem discordou tão frontalmente da estratégia política que o partido adoptou, não pode agora pretender ser defensor externo daquela, o que, pelas suas convicções, faria sem acreditar minimamente.
E se os calendários tornam impossível qualquer renovação que um ato eleitoral interno a nível distrital e de algumas concelhias tornará inevitável a curto prazo, há que convir que tal só deverá ocorrer sempre depois das legislativas de 30 de Janeiro que têm que ser agora o nosso foco principal.
É, assim, com este pano de fundo, que a única solução que se vê como sensata é que a CPN, no uso das suas competências, avoque o processo depois de a nível distrital as burocracias estarem estatutariamente cumpridas, fazendo tábua rasa do que se antecipa lhe vai ser proposto, ou seja, expurgando da lista os nomes que se impõem e hierarquizando-os depois da lista recomposta em conformidade com o sentir da maioria dos militantes e não da minoria dos dirigentes que a propõe.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
163 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.