Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Fim dos confinamentos desnecessários para crianças saudáveis.

Para: Delegado de Saúde de Lagoa; Administração Regional de Saúde do Algarve; Direção Geral de Saúde; Ministério da Saúde; Assembleia da República

Atualmente, as crianças nas escolas em algumas Câmaras têm de ficar em isolamento durante 14 dias quando é detetado um caso positivo na turma, mesmo após testagem de todos os alunos, e com resultados negativos.
Crianças perfeitamente saudáveis, impedidas de ir à escola ou fazerem a sua vida normal. Crianças que testaram negativo à COVID-19 em isolamento...para quê? Para proteger quem? Sacrificam-se as crianças para proteger os adultos? Esquecem-se que as crianças precisam de proteção de outras coisas às quais estão agora expostas, algumas com falta de condições em casa.
O que precisam, sem dúvida, é de estar expostas aos vírus e bactérias para aumentar a sua imunidade natural (https://www.nature.com/articles/nature.2012.10294). Estes isolamentos repetidos não deixam as crianças ganhar imunidade, tal como também afetam a sua saúde mental, a educação e o seu desenvolvimento.
E que prejuízo financeiro traz essa medida para as famílias já com tantas dificuldades para tentarem levar uma vida normal no meio de tantas medidas exageradas?
Não está quase 87% da população totalmente vacinada? (https://ourworldindata.org/covid-vaccinations?country=PRT). Não íamos iniciar um retorno à normalidade quando atingíssemos esse valor?
Terão as autoridades de saúde conhecimento de que as crianças têm imunidade natural à COVID-19? (https://www.nature.com/articles/d41586-020-03496-7)
Há muito que esta deixou de ser uma questão apenas de saúde pública. Parem de interferir na liberdade das famílias e das crianças!
Os pais das crianças confinadas repetidamente e desnecessariamente, exigem que os seus filhos possam voltar à escola de imediato, mediante o resultado negativo da primeira testagem à qual forem submetidos.

Currently, children in school in some Municipalities must isolate for 14 days when a positive case is detected in their class, even after the rest of the class is tested, having negative results.
They are perfectly healthy children who are forbidden from going to school or participating in activities... WHY? They are perfectly healthy children who have tested negative for COVID-19 but are in isolation... WHAT FOR? Who are they protecting? Are we honestly sacrificing children in order to protect adults? Do you forget that children need protection from other dangers to which they are now exposed, including some who do not even have decent conditions at home in which to study?
What they DO need, undoubtedly, is to be exposed to everyday viruses and bacteria so as to increase their natural immunity (https://www.nature.com/articles/nature.2012.10294). These repeated quarantines prevent children from boosting their immune system to fight against COVID or any other diseases. Besides the physical aspects, the mental health of our children is at risk, as well as their education and development.
Not to mention the financial repercussions that these measures bring about within families who are already stretching their budgets in order to try to live a normal life in the midst of so many exaggerated measures.
Isn’t almost 87% of the population already fully vaccinated? (https://ourworldindata.org/covid-vaccinations?country=PRT). We were supposed to start returning to normal when this percentage was achieved. Where is this normality?
Are the health authorities aware that children have a natural immune response to COVID-19? (https://www.nature.com/articles/d41586-020-03496-7)
It has been a while since this was exclusively a public health issue. Stop interfering with our families’ and our children’s freedom.
We, the parents of children who are repeatedly and unnecessarily isolated in quarantine, demand that our children be allowed the freedom to return to school immediately, upon receiving a first negative COVID-19 test result.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
693 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.