Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Lutar pela (IN)FERTILIDADE em Portugal

Para: Ministra da Saúde e restante Governo

A Infertilidade é considerada, pela Organização Mundial de Saúde, um problema de saúde pública.
10 a 15% da população portuguesa Sofre com o problema de infertilidade.
Infelizmente este tema tem sido esquecido, se não mesmo, colocado de lado numa prateleira.
Somos casais numa corrida contra o tempo, esbarramos em intermináveis burocracias, em tempos de espera de consultas, de exames e até de tratamentos.
É EMERGENTE solucionar os problemas da INFERTILIDADE.
O nosso país está envelhecido, precisamos de crianças, precisamos de motivar o crescimento da natalidade.
É urgente acabar com o estigma associado a um problema que não escolhe condição social ou nível académico e promover estilos de vida mais saudáveis, diminuindo a obesidade, o consumo de álcool, o tabaco, melhorar a educação sexual nas escolas, prevenindo doenças sexualmente transmissíveis, e alertar para as consequências sérias do adiamento da maternidade.
Cada tratamento por casal efectuado no privado rapidamente fica acima dos 5000€. Como consegue um casal suportar estes valores?
Um filho não é um objecto, mas hoje em dia, quem sofre de infertilidade, tem que lidar com números, recorre a créditos pessoais para pagar os tratamentos, como se de um crédito ao consumo se tratasse. Não basta a dor de ter que lidar com esta doença, como também é necessário lidar com esta questão dos custos.

Face ao exposto
Apelamos ao vosso coração para que estes problemas possam ser resolvidos e que possamos finalmente ser mães

a) Total comparticipação da medicação;

b) Diminuição dos tempos de espera por tratamentos de PMA;

c) Aumento do número de tratamentos de PMA por ano, por casal;

d) Que os processos de doação de óvulos/esperma no SNS seja mais simplificado, e não seja tão burocrático;

e) Alargamento da idade das mulheres na possibilidade de acederem aos tratamentos de PMA idade máxima 45 anos;

f) Que haja uma diminuição nos tempos de espera para aceder ás consultas e tratamentos de infertilidade no SNS
A diminuição do tempo de espera para a obtenção da parceria com os privados.

g) A infertilidade ser considerada uma doença para efeitos de seguros de saúde, regulamentando assim a contribuição das seguradoras na comparticipação de casais inférteis e, desta forma, ajudando a comparticipação do sistema nacional de saúde.

h) Mais apoio psicológico em todo o processo;


Atenciosamente:
Grupo das Mulheres inférteis



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
325 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.