Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Fim ao IPO sobre os motociclos

Para: Ministro dos transportes

Petição para não aprovação das inspeções em motociclos


Exmo. Sr. Presidente da Assembleia da República,
Vimos por este meio, nós, motociclistas de todo o país, apresentar a nossa discordância quanto à implementação das inspeções aos motociclos.
Depois de algumas pesquisas baseadas em estudos e estatísticas de diversas entidades em relação à segurança dos motociclos e à razão dos acidentes dos mesmos.
Através de estudos já apurados anteriormente, considera-se que os motociclos hoje em dia estão muito mais seguros, uma vez que, houve uma grande inovação dos sistemas de segurança dos mesmos, como por exemplo o sistema de ESP (sistema de controlo em curva de aceleração e travagem), o ABS (sistema de anti bloqueio de travagem), o CBS (sistema inteligente combinado no poder de travagem em ambas as rodas), o CDT (controlo dinâmico de tração), permite o controlo de tração em qualquer tipo de piso não deixando derrapar mesmo em piso molhado, entre estes exemplos referidos, existem outros mais.
Com isto pode constatar o Sr. Presidente que há provas de que os motociclos estão muito mais seguros.
Um outro estudo afirma que entre 2016 e 2019 houve um aumento considerável de acidentes (em 2016 entre ciclomotores e motociclos um total de 7398 acidentes registados, em 2017 entre ciclomotores e motociclos 8640 acidentes, em 2018 entre ciclomotores e motociclos 8504 acidentes, em 2019 o total de foi de 9479 acidentes), no entanto, em 2020 observa-se claramente uma descida em relação a acidentes de ciclomotores e motociclos, pois o estudo indica-nos um valor de 7801.
Tendo em conta que a venda de motociclos e ciclomotores aumentou cerca de 50% se comparar-mos o ano 2016 e o ano de 2020 (em 2016 foram matriculados num total entre motociclos e ciclomotores 20.371 unidades, em 2017 foram matriculados 27.904 motociclos e ciclomotores, em 2018 foram matriculados 30.853 motociclos e ciclomotores, em 2019 foram matriculados 32.211 motociclos e ciclomotores, e em 2020 foram matriculados 31.093 motociclos e ciclomotores).
Para concluir este estudo existe a indicação de que houve mais acidentes registados de 2016 até 2019, provavelmente devido ao grande aumento dos mesmo a circular nas vias de trânsito, pois em 2020 manteve-se idênticos os números de novos motociclos e ciclomotores e, ainda assim, os números de acidentes têm uma quebra drástica.
Com base ainda em estatísticas, estudos e apuramentos de algumas entidades, concluímos que as principais causas dos acidentes com motociclos e ciclomotores são derivados a erros e imprudência por parte dos utilizadores dos mesmos.
Segundo dados recolhidos pela PSP, as principais causas de acidentes de motociclos e ciclomotores estão na origem de:
• Excesso de velocidade;
• Desrespeito ao cumprimento dos sinais luminosos;
• Condução sob influência de álcool;
• Falta de sinalização de manobras;
• Ultrapassagens irregulares e em local de pouca visibilidade.

Segundo dados da (FEMA) Federation of the European Motorcyclists Association, podemos ainda associar:
• Travagens de emergência para evitar colisões entre motociclos e ligeiros;
• Óleo ou combustível no pavimento;
• Erros de direção, especialmente em curvas;
• Ligeiros a entrar na via, saindo de um parque privado, estação de combustível, entre outros;
• Ligeiros que se atravessam em intersecções para virar à esquerda, ligeiros em contramão, e mudanças de direção imprevisíveis;
• Ligeiros que atingem motociclos em semáforos, cruzamentos, engarrafamentos, em andamento, entre outros;
• Motociclistas que não respeita a distância de segurança.

Assim, pretendemos demonstrar que não existe qualquer indicação que os acidentes são de falha mecânica, mas sim de erros e imprudência humana.
Solicitamos em nome de todos os motociclistas que avalie novamente a ideia das inspeções aos motociclos, sendo que também há conhecimento público, que as mesmas não são obrigatórias a todos os Estados-Membros da União Europeia, sendo apenas uma recomendação, cabe a decisão aos governantes do nosso país, em quem confiámos para governar da melhor forma, para nos representar perante outros países, e em quem acreditamos que perante as nossas vozes nos consiga ouvir.

Apresentamos ainda a sugestão de haver mais policiamento por parte das autoridades, nas estradas, a fim de verificarem realmente se os veículos aqui defendidos, se encontram em condições a nível de segurança para os seus condutores e restantes utentes das vias de trânsito, havendo assim uma maior fiscalização.

Com isto nos despedimos, enviando-lhe os nossos melhores cumprimentos motards, na esperança que sejamos ouvidos.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
4.631 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.