Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Alteração sistema recolha porta a porta para contentarização - CM Matosinhos

Para: Câmara Municipal de Matosinhos / LIPOR

Como munícipe de Matosinhos, fiquei muito desiludido com o retrocesso civilizacional que implicou o fim do programa de recolha seletiva de lixo, porta a porta, implementado de há 3 anos até ao inicio do mês de Abril de 2021.

Este projeto revelou-se muito útil e ao fim ao cabo não era mais do que dar provimento a uma revindicação antiga dos munícipes, acompanhando o que já acontece com os demais municípios da área metropolitana do Porto. A Maia já faz este tipo de recolha há 20 anos, tendo sido pioneira nesta temática. Inclusive, enquanto Matosinhos terminava com este programa e dava um passo atrás, a Maia dava mais um passo em frente, instalando ecocentros móveis, por forma a ficarem mais perto das pessoas e incentivarem ainda mais os hábitos de reciclagem.

A justificação envia pela autarquia foi a de que "(...) os resultados obtidos demonstram quer a solução piloto implementada não é a que potencia os resultados desejados e a participação da população enquanto gostaríamos (...) Assim, informamos que o projeto piloto de recolha seletiva porta a porta terminará na primeira semana de Abril 2021 sendo substituído por um modelo de recolha seletiva de proximidade, mais otimizado e eficiente, através de Ecopontos e contentores na via pública e que permite a todos os residentes continuar a participar na separação de resíduos e podendo o fazer no horário que mais lhe convier"

Pergunto-me:

1) Se a Sra Presidente da CM de Matosinhos, que por acaso reside na Maia, não gosta de ter a recolha porta a porta que este município proporciona?
2) Será a CM da Maia assim tão mais rica ou melhor gestora dos fundos camarários, para os melhor investir em serviços que facilitam a vida á sua população?
3) Será que espera ganhar eleições apenas coletando impostos municipais e não investindo em serviços em prol da população?
4) Acha que 3 anos de um projeto deste tipo são suficientes para educar uma população que nunca esteve habituada a ter este tipo de serviços, quando a Maia o anda a fazer há 20 anos, sem nunca ter desistido e sem o apoio da LIPOR numa fase inicial?
5) Matosinhos está no passado ou no futuro?
6) Se isto era um projeto piloto, porque foram cobradas taxas aos munícipes pelo mesmo?

Assim, o objetivo desta petição é o de sensibilizar a autarquia a voltar a reativar este serviço, com a máxima urgência possível, não como um projeto piloto, mas como um serviço imprescindível, do qual cobraram taxas durante os 3 anos de decurso do mesmo. Apelo à consciência de cada um uma vez que vamos ter brevemente eleições autárquicas, e partidarismos à parte, se querem continuar com este modelo de gestão retrógrado no nosso município?

Assine que concorda comigo.

Obrigado



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
58 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.