Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

PELO FIM DOS BRINQUEDOS DE PLÁSTICO NAS CADEIAS DE FAST FOOD

Para: Assembleia da República

Pelo fim da distribuição gratuita de objetos plásticos supérfluos no serviço de catering dos restaurantes de fastfood em Portugal.

Algumas das maiores cadeias de fastfood do mundo utilizam como estratégia de marketing, para atrair crianças a consumir os seus produtos alimentares, a oferta de um brinquedo de plástico, embalado em plástico. Além de estarem a atrair a crianças para um sector alimentar de reconhecida baixa qualidade nutricional e obesogénico, também servem milhões de refeições que geram resíduos, não recicláveis, provenientes de: embalagens para hambúrguers e similares; embalagem para batatas fritas; copos para bebidas, com tampa e palhinha plásticas; napperon de tabuleiro; guardanapos e, quando se trata de uma refeição para criança - um brinquedo.

A luta das associações ambientalistas pelo fim dos plásticos tem sido incessante assim como a da população cada vez mais consciente do problema. Por todo o país surgem movimentos de voluntários que recolhem plásticos nas praias para que o seu efeito nefasto nos oceanos diminua.

Assim, vimos requerer a proibição da distribuição gratuita de todos os plásticos supérfluos ao uso alimentar no serviço de refeições nomeadamente os brinquedos, começando a vigorar de imediato a proibição destes últimos.

(Nota: após assinar irá receber um email que solicita a confirmação do ato através de um link seguro)
Iniciativa conjunta dos Núcleos Regionais de Braga e do Algarve da Quercus.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
146 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.