Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Artur Afonso - Pela alteração toponímica da Avenida Marginal, no Algueirão

Para: Presidente da Assembleia Municipal de Sintra

Exmo Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Sintra
Dr. Sérgio Sousa Pinto

Objectivo:
Pela alteração toponímica da Avenida Marginal, no Algueirão, freguesia de Algueirão-Mem Martins, para o nome de Artur de Jesus Afonso, numa justa homenagem há muito devida e prometida, no ano do 10º aniversário da sua morte.

Exposição de Motivos:
Artur de Jesus Afonso foi um ilustre Sintrense de coração. Mudou-se para a Freguesia de Algueirão – Mem Martins em 1975 e aí viveu, com a sua família, até à sua morte prematura, em dezembro de 2010.
Nesta freguesia foi autarca, dinamizou um Boletim Informativo da freguesia, fundou posteriormente um Jornal de todo o Concelho, o “Jornal Vila Saloia”, teve espaços comerciais e criou uma Associação que se transformou no “Clube Desportivo Vila Saloia”, onde apoiava crianças e jovens de diversos bairros tidos como problemáticos, Coopalme, Serra das Minas ou Tapada das Mercês. Foi agraciado em 1998 com a Medalha de Mérito Municipal.
Amou e lutou pela sua Freguesia, pelo seu Concelho e pelos seus habitantes até ao seu último dia.

Dados Biográficos:
Artur de Jesus Afonso nasceu em Alvarenga, freguesia do Concelho de Arouca e Distrito de Aveiro. Frequentou os Seminários dos Carvalhos, de Fátima e a Escola Pio XII. Após cumprir serviço militar essencialmente na Guiné Bissau, regressou a Portugal, mais concretamente a Lisboa, tendo casado e mudado, em finais de 1975, para a Freguesia de Algueirão-Mem Martins, para uma moradia na Rua da Malva Rosa, nº32, que apesar de abandonada, ainda hoje persiste.
Em 1990 mudou para o Algueirão, para a Rua Luís de Camões, mesmo no cruzamento desta com a Avenida Marginal.
Comprou, na década de 90 do século passado, o edifício que faz esquina da Avenida Marginal, com a estrada do Algueirão, onde foi a sede, primeiramente do jornal Vila Saloia e posteriormente, também do Grupo Desportivo Vila Saloia.
Em 1998, em dia de São Pedro, feriado municipal, a então Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Dra. Edite Estrela, agraciou Artur de Jesus Afonso, com a Medalha de Mérito Municipal, a par com outras personalidades, como Sua Alteza Real o sr. D. Duarte Nuno, ou o sr. professor Adriano Moreira, por tudo o que fizeram pelo Concelho de Sintra.

Actividade Política e Social:
Militante político desde 1976, foi sempre um membro activo da comunidade, tendo sido eleito para o executivo da Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins, pelo PPD-PSD, em 1985, tendo permanecido no cargo de vice-presidente até finais de 1989.
A sua proximidade com a comunidade sempre foi elogiada e reconhecida. Em muitas das obras e trabalhos da junta de freguesia era visto a “pôr a mão na massa” e juntar os funcionários e a população na empreitada, como na construção de um recinto desportivo nas traseiras do Centro de Saúde de Mem Martins.
Foi responsável pela realização de inúmeros espetáculos (no saudoso Cine-Teatro Chabby) e exposições de pintura e artes em geral, bem como pela criação de um laço forte, fruto da sua ligação com a Guiné Bissau, com a comunidade islâmica da freguesia, nomeadamente na Tapada das Mercês, bem como, com a paróquia de São José.
Fruto de inúmeras divergências internas no Núcleo do partido na freguesia, encabeçou a primeira lista de candidatos independentes em Portugal, precisamente à Junta de Freguesia de Algueirão – Mem Martins. Numa altura em que não se falava ainda em candidaturas independentes ou Listas de Cidadãos, juntou pessoas de diferentes quadrantes políticos, diferentes áreas da sociedade e de diversas partes da freguesia, para desafiar as estruturas partidárias, dando voz ao cidadão comum e lutando para que os cargos públicos fossem ocupados por meritocracia ao invés de nomeações puramente políticas e ao serviço de interesses pessoais, numa luta, também, pela verdadeira democracia.
Dinamizou o praticamente inexistente “Boletim 921”, um jornal mensal, pertença da Junta de Freguesia, com o intuito de noticiar os acontecimentos mais importantes de Algueirão-Mem Martins nas mais diferentes áreas da sociedade. O boletim foi publicado até 1989.
Em março de 1990 fundou o Jornal Vila Saloia, com grande apoio no comércio local de todo o Concelho e sem finalidades políticas, no qual eram divulgados acontecimentos e eventos, eram entrevistadas personalidades sintrenses, eram acompanhadas as equipas do concelho, publicados horários de farmácias e outros contactos uteis. O jornal tentava representar o verdadeiro serviço publico. O Jornal Vila Saloia era uma publicação mensal, distribuída em todas as estações e apeadeiros da Linha de Sintra, até à fronteira do Concelho, em locais públicos e porta a porta nas zonas mais populosas. A tiragem variava entre os 20000 e os 55000 exemplares, tendo sido publicado em papel, pela última vez, em 2010.
Na sequência do sucesso do Jornal surge o Clube Desportivo Vila Saloia, que nasceu ainda em 1990, para ocupar o tempo livre de grupos de jovens que gostavam de praticar desporto, jovens esses, oriundos da zona da Cavaleira, Coopalme, Mem Martins, Portela de Sintra. Artur Afonso prontificou-se para ajudar e em 1995 oficializou e inclusivamente, federou o Clube na Associação de Futebol de Lisboa, chegando a ter equipas de futsal em todos os escalões masculinos e femininos. Apesar dos inúmeros sucessos desportivos, o objectivo maior era cumprido diariamente, manter todos aqueles jovens (que se auto-intitulavam “meninos de rua”) ocupados com o desporto e afastá-los de maus caminhos, apoiá-los, muitas vezes alimentá-los, ser o suporte que muitos não tinham.
?Propostas:
Os abaixo-assinados, vêm desta forma pedir a vossas excelências que seja prestada esta, mais que justa e há muito devida, além de prometida, homenagem a um homem que tudo fez por esta freguesia e sobretudo pelos seus jovens, que sem quaisquer tipos de apoios financeiros deu tudo de si para melhorar a vida de tantas pessoas e para defender esta freguesia saloia.
Desta forma solicita-se a alteração toponímica da Avenida Marginal (onde ele viveu e, onde foi a sede do Jornal e do Clube), no Algueirão, freguesia de Algueirão-Mem Martins, para Avenida Artur Afonso, fundador do Jornal Vila saloia e do CD Vila Saloia.
Outras possibilidades haverá na freguesia, ou nas freguesias limítrofes, inclusivamente o pavilhão Gimnodesportivo Municipal da Serra das Minas, freguesia de Rio de Mouro, para o nome de Artur de Jesus Afonso.
No próximo dia 20 de dezembro, será o aniversário do falecimento deste ilustre sintrense e esta seria uma homenagem muito justa e reveladora de que a Câmara Municipal de Sintra e este executivo, se preocupam e conhecem os sintrenses.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
138 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.