Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Devolução dos 22 cães retirados à força ao Cantinho da Lili e pedido de justiça pelo bom nome e trabalho da sua proprietária.

Para: Câmara Municipal de Gouveia, CMTV, ERC, MP

Liliana dos Santos é uma ativista da causa animal, que iniciou um projecto de solidariedade sem fins lucrativos em 2012 com vista a resgatar, cuidar, abrigar e reintegrar animais em risco de vida.

Ao fim de 8 anos de intensa e exclusiva dedicação a todos os animais por ela resgatados, vê-se agora a braços com infundadas acusações e atitudes difamatórias incendiadas pela comunicação social.
Sem medir o desastroso impacto e gravosas consequências, a CMTV emitiu imagens filmadas pela GNR aquando de uma vistoria ao espaço, sem qualquer contextualização, de animais doentes que estão sob medicação e/ou problemáticos e acusou a D. Liliana Dos Santos de maus tratos sem tão pouco ter a atenção de referir que esta se dedica com inúmeras dificuldades e sozinha a cuidar destes animais, circunstâncias passíveis de serem confirmadas através dos seus múltiplos apelos desesperados por ajuda.

No local não esteve presente qualquer órgão de comunicação social, não existindo uma peça elaborada com base em factos estudados, ou na reunião de provas, tendo-se limitado a transmitir as filmagens cedidas pela GNR sem dar qualquer possibilidade à proprietária do espaço o direto de usar testemunhas presenciais ou protecção de um advogado.

Os animais foram abruptamente retirados sem qualquer mostra de empatia, compaixão ou preocupação pelo seu estado real de saúde, sendo entregues à guarda do veterinário Municipal, que até ao momento não procurou informação sobre o histórico destes animais. Veterinário esse que acumula várias queixas na Ordem e foi já denunciado no passado onde ficaram provados em tribunal os maus tratos de que era acusado.

Dado o histórico e envolvimento por parte da Liliana dos Santos nestas queixas e denúncias antigas, acredita-se que esta intervenção tem como base e fundamento uma tentativa de retaliação e favorecimento da imagem quer da Câmara e respectivo veterinário municipal, como da própria GNR que tão criticada foi recentemente no contexto da sua atuação no caso dos incêndios em Santo Tirso.

É assim solicitado um pedido de desculpas por parte da comunicação social, tendo por base o direito a preservar a sua imagem e inocência até prova em contrário de qualquer tipo de culpa ou crime imputado à sua pessoa, bem como o direito a reaver os animais por si resgatados, e dos quais é tutora legal, estando chipados em seu nome e sob autorização da DGAV.

É de prever e lamentar que toda esta situação esteja a afectar a integridade física e emocional desta pessoa que ajudou centenas de animais, de forma despretensiosa ao longo de grande parte da sua vida, deixando a sua vida pessoal para trás e abdicando de tanto em prol desta causa, chegando mesmo a pôr em risco a sua própria vida para os defender.

É deveras revoltante que se aproveitem de imagens de animais doentes para alegar que estão a passar fome e que são vítimas de maus tratos, quando a própria GNR afirma que num outro espaço com cerca de 110 animais está tudo dentro das conformidades.

É ainda de uma injustiça atroz e de uma hipocrisia tremenda, que quem pouco ou nada se tenha mobilizado para ajudar previamente perante todos os pedidos de ajuda que foram feitos de forma emotiva, transparente e sem omissão de qualquer facto da realidade por menos abonatória que pudesse parecer, se juntem agora para desacreditar o trabalho de uma vida que põe em risco a causa animal e os próprios animais.

Em nome da Liliana dos Santos, e do Cantinho da Lili, pedimos que assinem esta petição para que seja feita justiça, e cesse o sensacionalismo jornalístico que afecta não só a reponsável pelo espaço, como também todos os animais à sua responsabilidade, sem demonstrar qualquer interesse e preocupação pelas condições e o futuro que lhes está reservado.

Pede-se ainda que a comunicação social procure esclarecer o assunto junto da mesma, e que promovam campanhas de ajuda e sensibilização, para que de facto estes animais recebam a ajuda necessária, ao invés de utilizar o tempo de antena com campanhas de comunicação que promovem o ódio e atentam à dignidade do ser humano.

Por fim, esta petição destina-se também a que os animais não sejam entregues a terceiros sem conhecimento ou consentimento de quem os salvou da morte e investiu o seu tempo, saúde, dinheiro e energia para os reabilitar, tratar e inevitavelmente criou laços afectivos nutrindo por eles muito amor e preocupação.

Qualquer pessoa que ajude ativamente no terreno e seja ativista pela causa animal, tem consciência do flagelo que se passa atualmente em relação ao numero de abandonos e animais nas ruas, bem como das dificuldades que associações, entidades e particulares atravessam, muitas vezes sem recursos ou ajudas oficiais, com espaços e condições limitadas e insuficientes perante o grande número de animais necessitados, dependendo da boa vontade de terceiros, assim como dos elevados custos inerentes para manter um grande número de animais, com as respectivas condições, desde a manutenção do espaço, aos cuidados veterinários, alimentação, entre outros.

Pelo bom senso e mais empatia!
Obrigada por nos ajudar a restabelecer a justiça e a verdade.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
414 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.