Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Bancos de Portugal: Não me atirem para rua, deixem-me pagar a prestação mensal

Para: Assembleia da República

Anos noventa, Maria e João cederam ao massacre publicitário e pediram empréstimo à Caixa Geral de Depósitos (CGD). Ela com emprego precário ele com salário mínimo, mas o 1% de pagamento ao comissionista permitiu o empréstimo.
Casal e filhos meramente gozaram a casa por dois anos...O emprego precário acabou, as prestações deixaram de ser pagas. Conclusão, quase três décadas passadas e o João tem o salário penhorado e a casa já foi objecto de diversas vendas...

Ano 2010, Fátima e José já tem a casa quase paga à CGD, só lhes falta cinco anos...A crise internacional causada pela falência do Banco Lehaman Brothers em 2008 chegou a Portugal. Casal caiu no desemprego e viu-se na necessidade de emigrar para sobreviver e sustentar dois filhos menores. A execução chegou em 2018 e, actualmente, o casal tem possibilidade de recomeçar a pagar as prestações mensais à CGD mas esta prefere continuar a execução e vender a casa...

Senhores Deputados da Nação, atendei aos milhares de casos idênticos aos supra referidos atiram famílias para a rua porque os bancos facilitadores do crédito hipotecário preferem as vantagens financeiras de uma execução ao invés de aceitar o recomeço do pagamento das prestações mensais!

É de sumária Justiça Social que se crie uma norma jurídica no sentido de obrigar os Bancos a aceitar o recomeço do pagamento das prestações mensais quando os devedores apresentem a possibilidade de retomar o pagamento hipotecário.

Cidadão, do seu círculo de amigos de certeza que tem um a viver uma tragédia semelhante aos dois casos acima relatados. Seja solidário, hoje são eles a viver a injustiça de poderem retomar o pagamento das prestações e os bancos recusarem, amanhã poderá tal fatalidade poderá ser a sua: Assine a petição para que na Assembleia da República os eleitos actuem na defesa do cidadão perante o gigante bancário!



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
180 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.