Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Salvar os pavilhões do Mercado do Bolhão, para sr Presidente da Câmara Municipal do Porto, sr Presidente da Assembleia Municipal

Nome Comentário
Tiago H. É hora de acabar com a destruição da nossa herança cultural.
Manuel . Modernizes....é preciso preservar os estilos
Ana . É um edifício cheio de simbolismo que necessita urgentemente de obras.
Catarina M. Querem destruir o que torna a nossa cidade única! E não é só no que toca ao Bolhao. Estão a vender a cidade ao Turismo mas da pior maneira.
Serafim G. As barracas do Bolhão são património da cidade do Porto e dos portuenses e não podem ser alienáveis com o entediado argumento do "modernismo" e do pseudo "desenvolvimento".
Cátia C. A destruição do património não é o caminho.
Eduardo S. As "barracas do Bolhão" são elementos que constituem e representam a memória do edifício, do espaço-sitio e da actividade multifacetada do mercado do Bolhão e por conseguinte e por essa via, são parte integrante de uma "imagem da cidade" e adquiriram o respeito e estatuto de "memória da cidade", projectando-se para as gerações do futuro por nascer.
Sónia S. O Património Cultural Português classificado e propriedade do Estado é de todos nós. Estando classificado o mercado de bolhão, e prevendo o projecto a demolição/substituição das lojas vai colidir com o valor histórico, arquitectónico, de autenticidade e de integridade, pelo que é impensável a execução de algo assim. Esta intervenção põe em causa o valor cultural do próprio bem e a sua classificação. O Mercado do Bolhão é singular, é único!
Matilde S. Não sei do que estão à espera, o que está lá, está a rebentar pelas costuras
Sônia s. Embora resida em Lisboa sou nascida e criada no Porto que trago no coracao
Abílio P. Concordo plenamente com o texto aqui exposto.
Maria M. 'Salvem' o Bolhão mas sem o descaracterizar, não tem interesse se for mais um igual a tantos outros.
Maria B. O Porto está a perder a sua identidade. Reconstroem se, recuperam see restauram se edifícios que perdem totalmente a sua genuidade. Entrar num cafe em bruxelas ou no Porto ( ou em qualquer outra cidade europeia ) não notamos a diferença. Estamos a sofrer uma erosão desmedida, material e imaterial, destruindo todos os nossos valores materiais e imateriais. O que nos diferencia? Como reverenciamos aqueles que no passado tanto trabalharam para nos hoje sermos quem somos. Erosão de memória. Subscrevo integralmente esta petição.
António E. Uma vergonha só mesmo em Portugal é que se altera o património construído. Isto não é recuperar é alterar a história e o legado de quem construiu este património que não é apenas dos habitantes do Porto mas também daqueles que já partiram e dos turistas que todos os dias o fotografam pois no país deles dá-se valor aos monumentos e património do passado.
josé p. Como portuense confrange-me assistir, nos últimos meses, ao abate de arvores saudáveis existentes nos jardins públicos (marques de pombal, praça republica, parque s.roque, parque cidade etc.,etc). Paulo Cunha morreu e, com ele, a cultura, o ambiente o bom gosto. Esta gente quere, agora, destruir o Bolhão e matar o nosso Porto a favor de mais hotéis para turistas de baixa qualidade e de maus costumes.
Maria S. Não gostaria de ver apagada a estrutura arquitetónica que carateriza o velhinho Mercado do Bolhão como aconteceu com o Palácio de Cristal. Já temos o Mercado do Bom Sucesso que se transformou num espaço moderno. Será uma grande perda para a cidade do Porto e para todos os que a visitam, se as belíssimas barracas do Bolhão desaparecerem também.
MARIA P. Como cidada do Porto exigo que preservem o Bolhao tal e qual como ele e,com toda a sua historia.PAREM DE DESTRUIR O PATRIMONIO DA CIDADE
Maria . Estou de acordo, que não se deixe de desaparecer o mercado do bolhão pois faz parte do nosso património.
António S. Requalificar não significa demolir, penso que os elementos arquitetónicos existentes poderão ser restaurados com uma nova adaptação ao moderno.
helena c. inadmissível trocarem o mais bonito que o mercado tem por estruturas que nada dizem ao mercado. Falta de gosto completo. Se ainda hoje tivéssemos o palácio de Cristal como era, lucrávamos muito mais, como têm os outros países. Quando em toda a parte do mundo civilizado se conserva o antigo belo, aqui arrasa-se porquê?

Assinaram a petição
2.167 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição