Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Petição para a Autonomia da Psicoterapia como Profissão, para Presidente da Assembleia da República Portuguesa

Nome Comentário
Marco . Psicoterapia deve ser uma profissão!
Susana P. Considero crucial que profissionais de áreas não diretamente relacionadas com a saúde, mas devidamente formados e qualificados em psicoterapia, possam também contribuir para este campo, tornando-o mais abrangente e capaz de atender às diversas necessidades do vasto público que pode beneficiar deste serviço. No processo de autonomia da psicoterapia como profissão importa também assegurar que os profissionais que dedicaram anos de estudo e prática à compreensão do funcionamento da mente humana, como psicólogos (5 a 6 anos, incluindo estágio profissional) ou neurologistas e psiquiatras (10 a 11 anos, incluindo internatos gerais), e que necessitam estar filiados à OPP ou à OM para exercerem profissionalmente, sejam justamente valorizados e não sejam onerados com custos adicionais a outra Ordem. Desde que os critérios para o alargamento do acesso à formação em psicoterapia sejam justos e ponderados, não vejo razão para não alargar o acesso à formação em psicoterapia a profissionais fora da área da saúde. A colaboração entre a OPP, a OM e a FEPPSI poderia, sem dúvida, resultar num serviço mais eficiente e abrangente para o público. Por que não trabalhar em conjunto?
Samuel . Muita força! ??
Julieta . Boa sorte
Mariana R. Eu, enquanto paciente, defendo que a psicoterapia deve ser exercida como Profissão.
Nadia Y. A psicoterapia alicerçada em formações base distintas enriquece-se pela pluralidade de visões, importante para a compreensão do ser humano na sua totalidade.
João R. Como Hipnoterapeuta há 2 anos, sempre tive sucesso e eficácia com os meus protocolos interventivos na área. E ainda assim, recebemos ameaças de profissionais de saúde por não termos licenciatura adequada. Se é assim, então porquê é que existem formações psicoterapêuticas que exigem apenas o 12º ano para respetiva entrada? É porque têm uma formação adequada à intervenção da saúde mental e emocional! Assino com orgulho.
Reuben . Eu Considero que todos os profissionais no domínio da psicoterapia e da cura holística devem ter a possibilidade de obter os seus títulos, independentemente de possuírem ou não um diploma de ensino superior. Como sabemos, há muitos diplomas abrangentes que demoram alguns anos a obter nestes domínios e que são equivalentes a um diploma. O praticante deveria também ter o direito de possuir o seu título nestes domínios, uma vez que continua a fomentar a confiança e o apoio do cliente de que é adequado para facilitar a sua cura e reabilitação.
Carminda . Autonomia da psicoterapia
António A. É justo e apoio a luta. Que o reconhecimento seja rápido...
João T. Se o mundo de onde provém as ideias também precisa de saúde, tal como o nosso mundo biológico, é surpreendente (ou talvez não) a lacuna legal neste âmbito: a psicoterapia, como interface (sem recurso a substâncias) da regulação interna e auto conhecimento do indivíduo.
Graça . Mais que nunca, faz falta.
Isilda S. Porque a psicoterapia faz a diferença.
Diva C. Acho importantíssimo a constituição da psicoterapia como uma profissão autónoma.
Paulo A. Ao longo de vários anos (de 1996 a 2001 e de 2009 a 2014) testemunhei a eficiência e o carácter humano de algumas Psicoterapias, sobretudo na vertente somatoemocional, em que o corpo, guardião de memórias de dor, é convocado para o resgate de "programações" ancestrais que, com o fim último de nos proteger de "novos sofrimentos antigos", nos enclausuram em estruturas de caráter e comportamentos sabotadores. Devo a minha redenção como ser adulto, responsável, lúcido, equilibrado, fisicamente íntegro, às intervenções sábias de dois psicoterapeutas, que sabem a gratidão que nutro por eles. Posso, aqui, garantir que não há outras ferramentas, oriundas das tradicionais correntes académicas, que consigam produzir a reparação psicoemocional (que tem de incluir o corpo, elemento imprescindível) que as psicoterapias induzem em quem as busque.
Catarina S. A Psicoterapia consegue abranger um conjunto de práticas extenso, que considera o indivíduo como um todo nas suas vertentes cognitiva e corporal, individual e social, etc. tendo até uma visão mais ampliada do ser do que as áreas de actuação que a precedem actualmente. A formação é complexa e bastante completa e existem actualmente excelentes profissionais no âmbito da formação e é efectivamente uma jornada exigente e de descoberta pessoal do próprio futuro psicoterapeuta, que poderá encontrar caminhos alternativos de levar este cuidado ao outro, assim ele possa exercer de forma autónoma a sua profissão.
Gustavo C. Sofro de vários problemas psicologicos haver com auto-estima, depressao derivada a situações hipoteticas criadas na minha cabeça sobre como "tudo devia ser". Um psicologo por mais que possa ajudar, não chega perto de um psicoterapeuta em que é formado mesmo para lidar com as emoções de uma pessoa, ainda mais se ela passar por fases suicidas. Já vi relatos de muita gente de paises mais avançados, isto é com terapeutas/psicoterapia em que os mesmos ao fim de um bom tempo (1-5 anos), tornaram a vida das pessoas do avesso e retiraram afirmacoes negativas atraves de logica e empatia em pessoas delibitadas pela dificuldade de uma vida sem propositos. Precisa se de Psicoterapeutas! Sou bipolar 1 e tenho problemas graves como dificuldade social, tristeza (nao depressao), entre outros problemas relacionados. Espero que nao tenha sido em vao o meu comentario porque eu quero melhorar de vida!
Diana D. Não sou cidadão Português mas sou Psicologa e Psicoterapeuta' viver em Portugal
Sónia . Totalmente a favor!
Vítor . É URGENTE! A Psicoterapia é uma terapia muito eficaz em problemas do foro psiquiátrico.

Assinaram a petição
5 065 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição