Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Suspensão do pagamento das propinas!!

Para: Instituto Universitário da Maia e Instituto Politécnico da Maia

O pagamento de propinas representa um pesado esforço financeiro para muitas e muitos estudantes e suas famílias. Propomos a sua suspensão durante a pandemia COVID-19. Agora é o momento de proteger os rendimentos de quem trabalha e apoiar quem frequenta o Ensino Superior nestes tempos extraordinários.

As universidades e os politécnicos estão fechadas, as poucas aulas que existem são virtuais e feitas a partir de casa, o acesso a materiais de estudo é escasso essencialmente para cadeiras práticas. Para além disso, continuamos a pagar propinas sem poder usufruir dos estabelecimentos de ensino e todas as suas vantagens pois é por isso que pagamos e por isso escolhemos as faculdades onde queremos ingressar. Continuamos a pagar propinas por inteiro quando a faculdade está fechada, quando estamos fechados em casa e onde gastamos mais do que habitual os bens necessários como alimentação, electricidade, internet, etc.

Dadas as características físicas e económicas em que nos encontramos neste momento, apresentamos a medida que propomos para este contexto de pandemia do COVID-19: a suspensão departamento de propinas.

Esta luta não é apenas contra a doença mas assegurar também o nosso futuro económico pois não sabemos o quão arrasador economicamente vai ser esta luta contra esta pandemia.

Por uma luta justa sem interesses e por uma luta com direitos de segurança de saúde e económica.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
1 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.