Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Queremos recorrer a prisão para homem que matou o cão Simba e á absolvição do seu.dono

Para: Ministério Público

homem que matou o cão Simba foi condenado, mas o dono também
José França Gouveia, que matou o animal, terá de pagar, entre multa e indemnização, perto de 6 mil euros. O dono de Simba foi condenado a pagar 3600, por "injúrias".

PorTSF
27 Abril, 2016 • 14:28
Ambos foram condenados pelos crimes de que eram acusados, mas contas feitas, os 2100 euros que José Diogo Castiço é obrigado a pagar por ter chamado "assassino" ao homem que matou o seu cão supera os 1920 euros, resultado da multa diária aplicada a José França Gouveia, por ter alvejado o animal. Isto se olharmos apenas para o valor das multas, porque depois as indemnizações estabelecidas pelo tribunal acabam por ditar a diferença no total.

Em março de 2015 a morte a tiro do cão Simba, um leão da rodésia, alvejado por um vizinho, depois de o animal ter invadido a sua propriedade em Monsanto (Idanha-a-Nova), foi um dos assuntos mais falados nas redes sociais. José Diogo Castiço, dono do animal, disse na altura ao Jornal de Notícias que Simba ia ser "um símbolo nacional contra os maus-tratos a animais". A história divulgada no Facebook alcançou, nessa noite, perto de 15 mil partilhas. A revolta e a indignação tornaram-se geral e a queixa do crime levou esta terça-feira à conclusão do caso.


O tribunal de Idanha-a-Nova condenou José França Gouveia a 240 dias de multa com o pagamento diário de 8 euros, com agravamento pelo uso de arma de fogo, adianta o mesmo jornal.

O tribunal decretou também a interdição do uso e porte de arma e o pagamento de uma indemnização aos donos do cão, no valor de 4.000 euros; 700 euros por danos patrimoniais e 3.300 euros por danos não patrimoniais.

No total, José França Gouveia é obrigado ao pagamento de 5.920 euros.

José Diogo Castiço, o dono do Simba, por ter chamado "assassino" ao homem que lhe matou o cão, estava acusado de cinco crimes de injúria e ameaça agravada, e foi condenado ao pagamento de uma multa diária de 7.5 euros, vezes 280 dias - ou seja, um total de 2.100 euros. A juntar a este número, terá que pagar 1.500 euros por danos não patrimoniais. Um total de 3.600 euros.

A defesa, que representa José Diogo Castiço, avançou que vai recorrer da decisão.

Depois de fazer a leitura da sentença o juiz, responsável pelo caso, afirmou que José Diogo Castiço usou a morte do cão (a quem chamou de "coisa") como "porta-estandarte nas redes sociais" e aconselhou-o a não deixar os cães à solta, escreve o jornal Expresso.



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
5 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.