Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Somos JN - Em defesa do Jornal de Notícias, do jornalismo e das pessoas

Para: Aos leitores do Jornal de Notícias e a todas as pessoas que prezam a liberdade de imprensa e de expressão

Obrigado por se interessar pela nossa causa - o "Jornal de Notícias". Um jornal de causas, com 135 anos de história de proximidade e de ligação às pessoas. Uma história sobre e para o país, como tantas, mas contada a partir do Norte e do Porto, como mais nenhuma. Agora sob ameaça.

Somos JN - o megafone que dá voz a milhares de pessoas que estão demasiado longe do centro de decisão e dos poderes. Um jornal que é guardião da pluralidade e a salvaguarda de um país mais coeso e democrático, mais unido na sua diversidade. Com um alcance que chega a todos os concelhos do país e às comunidades emigrantes pelo mundo todo.

Somos JN - um jornal que denuncia, que alerta, que ouve. E que resolve. Porque abre janelas para muitos a quem se fecham portas, porque aproxima os que precisam de ajuda e os que a podem dar. Casos individuais, de norte a sul, como o de Elisabete, de Gondomar, que se deitou numa cama após cinco meses a viver num carro; ou de Fernando, do Algarve, que venceu a burocracia que o impedia de tratar um cancro. E casos coletivos, como as famílias de Ribeira de Pena afetadas pela barragem de Daivões, que conseguiram habitações quando a solução passava por contentores; ou o drama das crianças do Joãozinho, que deixaram de fazer quimioterapia num corredor. Não só, mas também, graças à força das palavras do JN, no papel e no site.

Talvez por estar sempre próximo dos outros, o "Jornal de Notícias", mesmo nestes conturbados tempos para a Imprensa, apresenta anualmente resultados positivos, na ordem dos milhões de euros, e há muitos anos que se afirma nos lugares cimeiros do online. Mesmo com este capital económico e patrimonial, as pessoas que o fazem e que o leem, o JN não é uma prioridade para a nova administração do Global Media Group (GMG).

A administração comunicou, internamente e sem pedir reserva, a intenção de proceder ao despedimento de cerca de 150 pessoas, das quais 40 na redação do “Jornal de Notícias” - que entre a sede no Porto e a delegação de Lisboa tem cerca de 90 profissionais. Um corte desta dimensão será a morte do JN como o conhecemos e a destruição da ligação centenária às pessoas, às instituições e aos territórios. Se esta impensável decisão avançar, o título até pode sobreviver mais um ano ou outro, mas nunca será capaz de continuar a fazer a diferença.

Enquanto pessoas que amam a liberdade de Imprensa e todos os dias lutam por ela, quisemos dar-lhe a conhecer esta nossa imensa ansiedade e tristeza, por sentirmos que a machadada que parece estar a caminho do JN poderá ter também consequências numa região, num país e nos milhares de pessoas que diariamente confiam em nós para estar informados e para se fazerem ouvir.

Por tudo isto, apelamos ao apoio dos nossos leitores e a todos os que prezam a liberdade de imprensa e de expressão, bem como a todas as personalidades e instituições do país, pedindo-lhes que assinem a petição e ajudem a proteger 135 anos de história ao lado das pessoas.



Qual a sua opinião?

Esta petição foi criada em 29 Novembro 2023
A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
6.847 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.