Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: em defesa da dignidade das mulheres - prostituição não é trabalho., para Assembleia Municipal de Lisboa

Nome Comentário
Maria O. Sempre a repor a dignidade das mulheres
Isabel P. Pensar a prostituição como trabalho é por si só uma violência.
Carla T. Se fosse providenciado trabalho remunerado de forma suficiente para subsistência às mulheres não haveria prostituição Muitas têm que se prostituir para sobreviver Acho que deve ser feito muito trabalho pela igualdade salarial e pelo salário justo e que seja suficiente para uma vida digna, que é algo que estes governos nunca têm feito Deve ser dado apoio á escolarização feminina, porque até é um problema social e fruto de estereótipos que infelizmente não são contrariados pelos média Sinceramente recuso-me a votar em partidos institucionais enquanto estas situações não forem tratadas e revertidas
Artur R. Prostituição não é trabalho. Um corpo humano não é mercadoria.
Fernando P. Prostituição é violência
Belizario M. PELA DIGNIDADE DAS MULHERES
Amelia S. Pelas que sofrem e outras que morreram com a conivência do sistema.
Manuel R. Deveria ser declarada a ilicitude do emprego de dinheiro para a destruição de segmentos da sociedade, a começar pela prostituição e a prosseguir pela destruição do tecido produtivo essencial para repor e sustentar uma sociedade saudável no nosso País.
Torres . Prostituição não é profissão abaixo a prostituição
Paulo T. Em defesa da dignidade da Mulher e de todos os seres Humanos. Nunca esquecer de quem descendemos.
Paulo T. Mais uma vez o BE de forma irresponsável, entre outras coisas, esta a cabeça do movimento para a legalização.Acordai!
Dulce C. Pela dignidade das mulheres e da pessoa!
João R. Sou totalmente contra qualquer forma de exploração humana para fins sexuais.
Luis L. Em defesa da dignidade das mulheres, digo não à prostituição.
António J. petição necessária e oportuna
Vitor M. Esta petição enquadra-se nos valores por mim defendidos.
Margarete D. Honens e Mulheres, antes de tudo Seres Humanos. Dignidade e respeito a todos.
LUISA R. A institucionalização da prostituição vai meter mulheres e homem para exploração sexual em casas fechadas. Ficam fora do alcance das ONG's que as/os apoiam. A solução seria a criminalização dos que solicitam a prostituição.
Artur S. Prostituição é exploração, por tal não deve, através de nenhum argumento, ser legalizada. Tem que ser tratada como uma consequência das desigualdades sociais, geradas pelo sistema capitalista e a sociedade de consumo que o o sustenta, em que o ter é mais importante que ser um ser humano tratado com dignidade, que se constrói com o direito concreto ao acesso à educação, ao emprego, a saúde e à segurança social entre outros. A prostituição não é nem nunca foi uma opção profissional.
Celestino S. Julgo que é necessário proteger a dignidade da mulher. Deve-se evitar meios degradantes e promover a elevação que a mulher bem merece.

Assinaram a petição
1.017 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição