Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Pela proibição total de despedimento de mulheres grávidas e até três anos depois do parto, para Exmo Senhor Presidente da Assembleia da República

Nome Comentário
Victor L. Pela dignidade da mulher sobretudo pela dignidade e direitos à maternidade
Lúcia C. Eu fui de contrato não renovado em Agosto para casa ficando com direito à resposta social para apoio à parentalidade..
Dalila S. Tb sou mãe e isto é das coisas que mais me revolta o despedimento de mães só pelo facto de serem mais e exercerem esse direito! Temos um país em que para ser mãe é preciso sacrifícios impensáveis nos dias de hoje! As horas de trabalho tb deveriam ser reduzidas para o maior acompanhamento do filho até certa idade e o período de licença pôs parto também! Esta sociedade quer qua haja natalidade mas não dá condições para que tl aconteça! E por isso cada vez mais nascem menos crianças em Portugal! Quero ser mãe outra vêz, pois é um acto de amor mas sei que se o fizer sacrifícios maiores serão imputados a nível de trabalho!
António C. Despedir uma mulher grávida é sempre uma arbitrariedade.
Alzira M. Acho uma tremenda injustiça despedir uma mulher grávida! Estou a viver na pele esse drama. Pois a minha filha está grávida e já sabe que vai para o desemprego! Para além disso, os patrões não lhe dão os papéis para ir para o fundo desemprego. É muito triste não haver quem possa as alterar esta lei tão desaquada, uma vez que pedem para se ter filhos, mas ninguém assegura a forma de cuidar desses mesmos filhos, pois país desempregados não têm condições para ter filhos. Mas quando uma mulher que tem emprego engravida e tem como certeza o olho da rua, como vai fazer? É um grande dilema para quem está nessa situação. Pois o filho já vem a caminho, mas sem trabalho como se pode dar a uma criança o que lhe é necessário?
Maria G. Se todas as mulheres decidirem não engravidar, não haverá continuação de gerações, que produzam rendimentos ,que paguem impostos,seá a extinção dum pais.
Noémia R. Em que país vivemos? Em que século vivemos? A minha mãe como a maioria das mães, trabalharam no período de gestação. Respeito pelas mães e mulheres deste país. Respeito pelos filhos deste país.
Francisco A. Sem as mães o povo morre. Ajudem as mulheres a serem mães.
Fatima G. Contra a descriminação
Zélia F. Esse "Ser estranho" deve ter sofrido grandes traumas no ventre materno. Precisa de ajuda, mas não deve existir tratamento para a sua perturbação. Interrogo-me como é que essa espécie de "homem" chegou a bastonário?
Vera L. Temos esta injustiça tem já muitos e longos anos,vamos continuar a ser gentetalha|||| ou gente!!!!
Lucília S. É lamentável que uma empresa proceda ao despedimento de uma pessoa nesta fase da vida!!! Estou totalmente em desacordo.
Sergio M. Que vergonha ter que assinar esta petição. Não deveria ser necessário.
MANUEL M. ....Por estas e por outras mais graves ainda, temos uma população em redução demográfica
Fernando M. Concordo inteiramente com o conteúdo da Petição, mesmo que não precisassemos de aumento da Natalidade.
Antonio F. Nunca concordei com injustiças, temos um país envelhecido demais para este tipo de situações.
Rui B. Todas as gravidas em Portugal devem ser acarinhadas, tenham emprego ou não. Portanto sou CONTRA despedimento de gravidas e ate 3 anos após parto.
Graça . As crianças são o nosso futuro
Carlos R. Um direito absoluto, que não merece comentário negativo.
Raquel S. É preciso mudar para existirmos. Terminar o medo e que a maternidade seja novamente vista como um dia foi, natural e essencial!

Assinaram a petição
2.625 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição