Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Não à Proposta de Lei n.º 75/XIII, para Ex.mos. Srs. Deputados da Assembleia da República, Ex.mo. Sr. Presidente da República

Nome Comentário
Jeane S. O ser humano foi criado com sua sexualidade definida como homem e mulher (macho ou fêmea) agora todos são livre para optar com quem quer se relacionar/sua opção sexual Têm o livre arbítrio
Victor C. Não há escolha de identidade de gênero. Uma pessoa não poderá alterar o seu sistema genético. O meu voto é o não face a esta proposta.
António . Nao à mudança!
maria s. um crime
Claudino G. Em frente!
Maria R. Não considero que com a idade mencionada na Lei exista ponderação , senso e intelecto suficientes para tomar tão fácil e deliberadamente tal decisão!
Maria c. Não há lei 75
Maria P. A favor da dignidade da pessoa humana
José S. Concordo em absoluto com o texto de indignação das famílias hpnestas e respeitosas da qualidade humana. Rejeito por completo a lei que os bastardos políticos nos querem ditatorialmente impor. Exigimos respeito pelos Portugueses!...
António D. Plenamente de acordo, viva a liberdade e dignidade das nossas Famílias
iris m. criança de 16 anos que quer mudar de sexo está doente, precisa de médico e nao de mudança de lei!
Maria m. Dêem segurança , regras e limites às crianças e não motivos para a desorganização emocional
José P. Tanta coisa para legislar, importante para Portugal e perdem tempo e o nosso dinheiro com assuntos que nenhum beneficio dão ao País. É triste!
António R. Aos 16 anos de idade ninguém tem capacidade intelectual, psicológica e lógica para tomar uma decisão desta Natureza. Em muitos casos nem para decidir a sua vida profissional, quanto mais atentar contra a sua constituição corporal, sem que para tal seja feito um adequado estudo cientifico que nele se verifiquem as bases necessárias, capazes de legitimarem a uma alteração desta natureza e sem qualquer consentimento daqueles que se responsabilizam pelo crescimento e acompanhamento dos seus filhos ou tutelares. O estado insiste em ultrapassar o princípio da subsidiariedade estadual, esquecendo-se dos transtornos que possam vir a desencadear futuramente. Admitindo-se que aos 16 anos um adolescente pode tomar essa decisão sem o consentimento dos pais, estes, os pais, a meu ver deixam de ser responsáveis pelo acompanhamento dos seus filhos, não se verificando a obrigação de os receber na sua casa. Neste caso, o estado da mesma forma que se atravessa de forma ativa no modelo de decisões adotadas pelos adolescentes, terá de ser o estado a responsabilizar-se pelas consequências inerentes a todo este processo.
S. Abaixo o governo!!!!
Pedro G. Género é definido biologicamente. Cromossomas existem, não são questões de psicologia ou filosofia. Género - Cromossomas. Não somos nós que temos que definir quem define é a nossa própria biologia. Querer ser algo que não se é por definição, a meu vêr é errado, se assim não fôr terão que mudar-se tudo o que a genética ensina em prol de uma ideologia/filosofia. Querer ser não é o mesmo que ser.
Carlos V. Mais uma vez em que teria sido essencial ouvir a opinião dos Pais, com qualquer interesse escondido e sem essa auscultação ESTA CRETINA LEI FOI APROVADA, como de costume à revelia dos Cidadãos mas, mesmo assim deverá considerar-se LEGAL só porque algumas mentes certamente deturpadas a votaram a seu contento
maria r. não cabe a deputados decidir sobre esfera pessoal dos cidadãos
Domingos B. Uma vergonhave falta de respeito pela grande maioria dos portugueses. Fora com esta canslha das esquerdas nojentas.
Maria R. Sem comentários

Assinaram a petição
321 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição