Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Em apoio a Bruno Cochat e pela reposição do espetáculo "1 HD - Uma História da Dança"

Para: Ministério da Cultura

Manifestamos publicamente a repulsa pela forma como o coreógrafo Bruno Cochat foi afastado da CNB sem justa causa e viu canceladas sem explicação as apresentações da peça “1HD - Uma História da Dança”, uma encomenda da anterior direcção da CNB ao coreógrafo, que tinha apresentações previstas e bilhetes vendidos até Junho deste ano.
A Educação e a Cultura são investimentos a longo prazo, e por isso a mudança de direcção de uma instituição pública como a Companhia Nacional de Bailado tem o dever de, não só honrar os compromissos assumidos pela anterior direcção, como promover uma transição harmoniosa entre as iniciativas da anterior e da nova, sem quebrar essa frágil continuidade tão essencial à construção do tecido cultural e educativo. Caso contrário assistimos àquilo que quase sempre acontece nestas transições políticas que é o inexorável desfazer daquilo que foi anteriormente criado, e que no caso do projecto dos Estúdios Victor Cordon, CENTRO EDUCATIVO, COMUNITÁRIO E CRIATIVO da Companhia Nacional de Bailado (CNB) e do Teatro Nacional de São Carlos, tinha acabado de nascer. Como se pode justificar a “necessidade de imprimir um novo rumo” (palavras da nova direcção da CNB) a um projecto educativo que nem 6 meses tinha? Esse projecto estava a nascer por desígnio da anterior direcção que convidou Bruno Cochat para lhe dar corpo e que sem qualquer justificação foi quebrado. Uma instituição pública com as responsabilidades da CNB não pode proceder a este tipo de despedimentos arbitrários.

Mas esta direcção ainda foi mais longe no que toca a quebrar “continuidades": depois das apresentações de estreia, cancelou por decisão sumária sem discussão prévia as futuras apresentações da peça “1HD - Uma História da Dança”, e sem apresentar qualquer razão plausível para tal. Esta postura é anti-democrática e intolerável. É ainda gritante no que toca ao desrespeito e desconsideração que representa com um par e com os profissionais e amadores que faziam o espectáculo. E por último constitui uma violação da diversidade artística que se quer ver e assistir numa instituição pública como a CNB.
Para lá do investimento humano e artístico que essa peça representa, houve um investimento financeiro de 68 000 €, dinheiro público, tal como públicos são os gastos que a CNB terá com esta demissão sem justa causa. O cancelamento da peça inviabilizou a recuperação de parte do investimento através de receitas de bilheteira quando a lotação de várias das sessões agendadas já se encontravam esgotadas.
A nova direcção, ainda que possa ter um projecto artístico diferente da anterior, tem de respeitar os compromissos assumidos pela direcção precedente, sobretudo numa matéria tão delicada quanto um espectáculo que põe uma escola a trabalhar com bailarinos profissionais, num esforço pedagógico ímpar. Fechado esse ciclo, uma direcção pode não repor a peça, pode não querer voltar a encomendar uma obra a esse criador, mas até que esse ciclo se feche deve prevalecer o respeito pelo trabalho feito. Uma peça de dança, assim como de música, acontece no tempo, acontece no momento em que está em cena. Para esse momento chegar foi necessário percorrer um caminho de muitas horas, dias, semanas, meses com trabalho, esforço, dedicação até poder apresentar o fruto desse investimento. Por isso esse tempo é intrínseco à peça e tem de lhe ser restituído, e aos seus intervenientes.

Por último, e não menos importante, cabe falar das crianças que estavam envolvidas neste projecto e que foram totalmente desconsideradas na tomada desta decisão. E quando as instituições envolvem crianças em projectos há que ter muito cuidado, porque a responsabilidade é enorme. A anterior directora dirigiu-se pessoalmente às crianças envolvidas e assumiu com elas um compromisso, que foi retribuído pelas crianças com alegria e dedicação. A quebra de compromisso da actual direcção não lhes foi comunicada e teve de ser transmitida pelo próprio Bruno Cochat, sem que a direcção tivesse a coragem de as olhar nos olhos.

Por tudo isto, exigimos a reposição do espetáculo “1HD - Uma História da Dança” de Bruno Cochat, uma parceria entre a Companhia Nacional de Bailado (CNB) e a Escola “A Voz do Operário", para que sejam cumpridos os compromissos assumidos pela Companhia Nacional de Bailado, instituição pública, sustentada por verbas públicas.


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
439 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.