Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Petição para tornar opcional disciplina de cidadania e desenvolvimento, para Ministério da educação

Nome Comentário
Carlos S. apoiado
Paulo D. Não é Política séria, são compromissos de poder. Geringonça no seu melhor a servir com requinte o lado negro da esquerda do Champanhe e Caviar. Que se respeite as diferenças e de forma elevada, que se promova o Homem, mas não se alimente as divergências com estratégias de suposto douto saber, para fazer valer, formas e estilos de vida disruptiva da condição Humana.
Vítor M. A igualdade de género é coisa por que devemos pugnar, a identidade de género é coisa de cada um, já a ideologia de género é coisa que não devemos tolerar. A ideologia não admite contraditório! Portanto oprime e não pode ter o aval de um Estado democrático. É sabido que a voz das minorias perseguidas facilmente degenera em fanatismo. Mas se tolerarmos os fanáticos, cedo deixará de haver tolerantes! Resumindo, não podemos deixar que se prejudiquem as gerações futuras no seu todo só porque as gerações passadas viram minorias oprimidas. Haja bom senso! Aliás, se a ideologia católica é facultativa, porque é que a ressabiada ideologia de género tem de ser obrigatória?! Isto é opressivo. Portanto das duas uma: Ou o Ministério revê seriamente os curricula da disciplina (ou se apresentam todos os pontos de vista sobre o tema - aliás como se acontece com todas as restantes disciplinas ou então abstém-se de tocar no assunto e deixa-lo para as famílias - aliás, ninguém melhor que as famílias para fornecer educação sexual) ou então, caso a disciplina continue enferma de iniquidade, deve torná-la de facto facultativa.
Carlos M. Considero inaceitável a obrigatoriedade desta disciplina bem como os seus conteúdos programáticos
Domingas O. Liberdade para os pais educarem os seus filhos!
Felisberto G. Não violentem as crianças!
Maria S. Deixem as crianças viver como crianças.Tem muito tempo para decidirem por elas.
Maria M. Nojento
Luis D. Respeitem as Crianças
António S. Não aceito este tipo de educação sexual e de género
Antonio F. Aos pais cabe o dever de bem ou mal educar os filhos. O ensino é outra coisa.
Geraldo M. Com este programa deve ser opcional a disciplina de cidadania, pois está infectada de ideologia.
Maria M. Não admito que apliquem às nossas crianças as ideias criminosas paridas pela extrema esquerda, para as transformar em anormais assexuados em vez de meninos ou meninas como a genética determina
Maria R. 2055652
Marta L. A disciplina de cidadania devia ser opcional sobretudo por abordar os temas numa perspetiva ideológica
Delma A. Uma vez que os pais são responsáveis e responsabilizados pelos seus filhos até terem idade suficiente para tomarem as decisões por eles, penso que nesta matéria deveria igualmente os pais a decidirem juntamente com os filhos e não escola, ou seja esta disciplina NÃO DEVE SER OBRIGATÓRIO.
Antonio S. A Educação na escola deve ser um reflexo da educação da família e a família não deve deixar de ser A base das sociedades sob pena de os Estados e a Globalização continuarem a conseguir transformar os seres humanos em carneirada obediente em massa.
Luis . A disciplina de cidadania deve de ser opcional. São os pais que decidem.
José S. Esta disciplina deveria ser toda revista no seu conteúdo, por violar o CRP, e não estar a lecionada até ser aprovada. Esta disciplina deveria sim abordar temas sociais, como ensinar as crianças a que instituição deverão recorrer para resolverem os assuntos quando sejam confrontadas com algo que lhe seja prejudicial, abordar temas como a importância da familia na sociedade, o que é efetivamente o dever de respeitar o próximo e por fim, o que é viver em sociedade. Estes temas sim, porque a medida em que as crianças crescem, os temas são ajustados as suas idades e as suas próprias realidades, começando pela realidade da sociedade escolar. Neste sentido, e se assim fosse o programa desta disciplina não veria qualquer mal algum até que fosse uma disciplina de caracter obrigatório, pois são temas que em qualquer casa são abordados e doutrinados dos pais para os filhos.
José N. x

Assinaram a petição
8.048 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição