Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: NOTA DE REPÚDIO CONTRA COMUNICAÇÃO DIRIGIDA À 3ª SEÇÃO - VIII CONGRESSO DOS ADVOGADOS PORTUGUESES, para ORDEM DOS ADVOGADOS PORTUGUESES na pessoa do EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR GUILHERME FIGUEIREDO - BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS PORTUGUESES

Nome Comentário
Cecília S. Considero lamentável, que uma Ordem Profissional, qualquer que seja, apresente em congresso proposta semelhante a esta, tudo piora quando em causa está a Ordem dos Advogados, que devia pautar-se por querer que a classe se apresentasse coesa quanto a possíveis abusos, nomeadamente económicos! Isto é no mínimo uma afronta a quem quer trabalhar com dignidade e a quem está a iniciar uma carreira na advocacia! Lamento, que o Sr. Bastonário considere tais propostas, vamos mal no direito e na justiça em Portugal!
Ângela S. Infelicidade esta a de ter de ser "representada institucionalmente" por semelhantes pulhas!
Marilia . Assino petição
Armando C. Concordo com esta petição
Fernando . Estou de acordo
Vasco R. CP 11262P
Rodrigo R. O direito de regulamente a profissão não pode ser usado como dissimulação xenofóbica.
Luis A. Pelo fim da OA
Carla R. Inconstitucional! Absurdo! A medida dos rendimentos não são condição de dignidade do profissional mas sim o estrito cumprimento das regras deontológicas!
Maria . Desconhecerà o Drº Alhinho que ganhar dinheiro , às vezes em Portugal è fàcil e que existem advogados que nâo atingem o nìvel dos rendimentos que propõe, porque estâo na profissâo com observaçâo de regras e de valores à mesma enerentes ? Para que os advogados possam atingir o rendimento mensal que propôe, è preciso que este paìs , caminhe no sentido dos paìses desenvolvidos da Europa , o que pressupôe que se cumpra a democracia , se observem leis , regulamentos e a pròpria CRP , nomeadamente o artº 3º da LAJ ,e o artº Artº 13º e 20º. Quer se queira , quer nâo , o desenvolvimento do país , depende de um acelerar de passos no sentido da igualdade e no combate a tudo que a isto se opõe .Os advogados , devem ser os primeiros a perceber isto .
antonio m. já há muito que não me sinto nem representado nem defendido pela ordem dos advogados
Maria L. Discriminação na profissão que deve defender Direitos Fundamentais! E a defesa dos nada têm??? E a liberdade de fazer pro bono??? Estou atónita! Chocada!
Susana L. Que vergonha para um pais que se diz democratico e com direitos iguais para todos.
MARIA N. Difícil de acreditar que alguém que é advogado possa sinceramente acreditar e pugnar por estas medidas
Jose F. Bruno de Carvalho não é exemplo para ninguém...
Manoela . Advogada activa desde março de 2017. Inscrita na seccional de Coimbra.
João C. Repudio veementemente aquilo que considero ser uma descarada, patética, absurda e escandalosamente inconstitucional tentativa de monopolizar o exercício da profissão da advocacia em favor de certos escritórios.
Filipe M. Vergonha !
Fernando B. É inadmissível uma proposta destas vinda de um colega que desconhece o que são direitos fundamentais e o seu enquadramento no texto constitucional. A sua licença deveria ser alvo de nova prova de conhecimentos nesta área além de ser uma afronta e uma postura de pouca urbanidade para com os seus colegas. Haja decoro
RUI N. A comunicação em causa é um ultraje a milhares de profissionais.

Assinaram a petição
479 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição