Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Preservar o edifício da Biblioteca de Grândola, para Presidente da Assembleia Municipal de Grândola

Nome Comentário
António M. É possível, e do meu ponto de vista desejável, conciliar um programa de requalificação da Biblioteca Municipal da Vila de Grândola com a preservação da "casa" existente.
Maria F. Nunca poderei concordar com a destruição do Património Arquitectónico e Histórico da comunidade grandolense.
João S. Sou a favor da preservação do Património Cultural de cada cidade e lugar.
Ângela R. Creio que podem aproveitar perfeitamente o edifício já existente e melhorá-lo. Ficará muito mais enquadrado no local e no tipo de vila que é Grândola. Colocar um edifício moderno só irá descaracterizar ainda mais a vila.
Rita J. Não se enquadra na arquitetura da nossa terra nem do Alentejo.
Carlos . assino pois acho que existem projectos bem melhores, preservar e inovar! Sou totalmente a favor das reabilitações é assim preservar o passado
Carlos . Concordo que a biblioteca seja alvo de reestruturação. Nao concordo com a demolição do actual edifício.
Artur S. Ser fundamental manter o Edificio histórico, (Casa Barahona)sem entrar em conflito com a remodelação da Biblioteca Municipal,sendo possível e desejável conciliar ambas as coisas..
Alexandre R. O assinar desta petição, vai de encontro ao que todos os municípios devem preservar, estamos a falar do património. Qualquer particular que seja proprietário de um edifício em zonas qualificadas, e obrigado pela câmara na preservação de fachadas e outros demais traços arquitectónicos, aqui deveria ser feito exactamente o mesmo, ou não!
Rogério S. Bom senso é quanto basta!
Rui B. A identidade de um povo vê-se pela sua cultura e dela faz parte o seu parimónio arquitectónico.
José N. Sem o actual edifício fica estéticamente feio e concordo que se deve preservar o que está a ser utilizado!
Ana P. Acho o edifício horrível. Chamem-lhe o que quiserem: pode ser contemporâneo, minimalista ou outra treta qualquer mas é muito feio. Mas a questão fundamental é: A que propósito se manda a baixo um edifício que pertence à memória colectiva local e se apresenta uma alternativa que não diz nada a ninguém (que me desculpem a meia dúzia de intelectos que entenderá na perfeição e admirará a obra)?
Carlos M. Preservar edíficado é preservar a memória
Ana M. Embora pertença a Santiago do Cacém, tenho origens e família no concelho de Grândola. Compreendo que haja necessidade de alargar e criar novos espaços.No entanto,considero que há outras alternativas e que não é digno destruir um edifício que tem história e faz parte da vida dos Grandolenses.
Rute . Resido em Grândola
Tita C. Resido em Grândola. Gostaria de ver preservado um edifício que faz parte da história de Grândola. Nem consigo compreender que o queiram fazer desaparecer! Inadmissível, no minímo!
Cristina . É completamente inadmissível, não preservar a arquitetura e a traça tradicional
José M. Compram-se edifícios antigos para recuperar e destrói-se património para criar mamarracho.
Ana G. Pensei que ainda iam requalificar a tão antiga praça das palmeiras. Um espaço tão antigo e agradável da nossa vila. Visto ser este o projecto como habitante e cidadã voto contra. Não valoriza em nada, muito pelo contrário!

Assinaram a petição
428 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição