Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Petição contra as restrições e discriminação no acesso à Prestação Social para a Inclusão (PSI), para Sua Excelência O Senhor Presidente da República; Sua Excelência O Senhor Presidente da Assembleia da República; Sua Excelência O Senhor Primeiro Ministro; Sua Excelência O Senhor Provedor de Justiça

Nome Comentário
Maria S. Tenho um amigo com 46 anos portador de uma retinopatia pigmentar, está a chegar a chegar á cegueira completa pois tem menos de 5% de visão. Passa o tempo da sua vida sentado ao lado de um aparelho radiofónico sintonizado na Antena 2. Espero que algo possa ser feito por este meu amigo e por outros nas mesmas situações.
Maria S. É injusto e incomprensível que os reformados sejam discriminados no PSI, ap+esar de terem 70% e 80% de deficiencias. É quando mais precisam de apoio e como sabem esse apoio paga-se caro e a acrescenrar a medicação e a medicina privada a que muitas vezes temos de recorrer, principalmente falo de quem sofre doenças do movimento e neurologicas. Eo sofro de Parkison e se quero sair tenho que ter sempre apoio e como eu existem muitas outras pessoas....
Manuel G. Espero que o nosso Estado e a senhora secretária de Estado se lembre também dos que têm mais de 66 anos e 3 meses e que lhe dê também a PSI.
Rui . A PSI não deve excluir as pessoas com grau de incapacidade superior a 80% desde que estejam a frequentar o ensino superior.
Fernando a. SERÁ QUE TODOS NAO SEREMOS CIDADAOS PORTUGUESES? INDEPENDENTE DE CONDIÇÕES?
Manuel G. Estou de acordo que não haja discriminação
Susana . Comecem a olhar mais para as pessoas com necessidades especiais
Manuel O. Que justiça seja feita.
Rita P. Acrescentaria ainda que a PSI despreza os familiares que deixam de trabalhar para prestar assistência aos seus filhos e que, sem rendimentos ou direito a reforma, se vêem também excluídos da sociedade. Com efeito, a PSI protege os cidadãos que têm capacidade cognitiva para se comprometerem com um posto de trabalho. Nos casos de défice cognitvo, em que os cidadãos não têm condições para serem autónomos cognitivamente, gera-se uma grave injustiça ao remunerar com 900,00 pelo menos a assistência prestada pelo assistente pessoal do CAVI, em detrimento da mãe/pai que recebe apenas cerca de 100,00 euros através do subsídio à 3 pessoa. Por isso, é imprescindível que esta PSI seja acompanhada por uma revisão do subsídio à terceira pessoa, de forma a compensar a ausência de rendimentos do cuidador. Urge ainda corrigir a discrepância entre os subsídios às IPSS e o subsídio à 3 pessoa (mesmo que aumentado) impondo que nenhuma alternativa à família de origem possa receber mais pela criança do que receberia a própria família. Em alternativa ao aumento do subsídio à 3 pessoa, criar uma comparticipação na habitação.
maria o. sem comentários...
Bruno R. Incompreensível nos dias que correm
Maria L. Plenamente de acordo
Maria h. Pela minha filha para que tenha,direito a uma vida digna,porque nos pais estamos,esgotados,e com muitas despesas em maos Sou mae de uma,criança com 90 por cento de incapacidade e deveria ter mais apoios porque neste momento d insustentavel e muito pouco o que temos
Antonio B. O direito igual para todos, todos tem direito a uma igualdade de oportunidades.
Sérgio L. Por uma igualdade a todos.
Carlos S. Força não parem...
Maria F. Tinha 59 anos quando um AVC me deixou com uma hemiparésia esquerda e falta de equilíbrio . Esta nova situação obrigou-me a ter permanentemente muitas das actividades que antes eu fazia com total autonomia. As despesas aumentaram imenso pois, não posso deixar de fazer fisioterapia para não piorar.
Ludovina D. Acho importante que tenham ajudas do Estado,esta doença é terrível
Maria S. Igual para todos independentemente da idade desde que tenham a incapacidade de mais de 60%
Claudia C. Assino está petição porque também considero que pelo menos na componente básica da PSI não deveriam existir tais restrições descriminaríeis, uma vez que está se destina a minimizar as despesas inerentes a uma deficiência que e a pessoa adquiriu numa determinada fase da vida, ou se já nasceu com ela. E deve ser atribuída até ao final da sua vida, caso a deficiência seja permanente e irreversível, tal como acontecia com o subsídio mensal vitalício.

Assinaram a petição
1.524 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição