Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Instituir o “Dia Nacional do Acesso ao Direito e à Justiça”, para Exmo Senhor Presidente da Assembleia da República

Nome Comentário
Clara S. Cédula profissional de advogada 47674P
tomás j. LAMEGO
Maria S. É uma boa causa! Obrigada pelo seu meritório trabalho.
Susana V. Completamente de acordo
Maria C. Todos os cidadãos devem ter acesso à Justiça.
Alice T. Direito a um direito fundamental
Ramiro M. Acho que já é tempo da justiça chegar aos pobres, pois aquela historia consagrada na Constituição em que todos tem direito á justiça não passa de teoria pois a pratica é bem diferente
maria s. Concordo plenamente com açcoes como esta, a justiça esta de rastos!
Luís B. Vindo a ser constituido, penso que reforçará a credibilidade e confiança do cidadão no acesso à justiça.
Francisco A. Boa ideia!
Pedro . Considero muito relevante para a dignificaçao e um reconhecimento efectivo da função do Estado Social que é Apoio Judiciario e que abnegadamente tantos profissionais forenses contribuem para esse desiderato.Parabéns pela iniciativa.
João o. Força!
Celeste G. Para o advogado defender os mais pobres e desprotegidos é uma honra.
Elisa L. Entendo que ao assinar esta petição, além proteger os cidadãos que acedem a este direito, me dignifica como Advogada inscrita no Sistema Acesso ao Direito.
HERMÍNIA G. As petições são meios previligeados de fazermos que se ouça a nossa voz!
João T. É de uma enorme e nobre importância,a tudo que possa ser feito em beneficia da cidadania.
Jeronimo V. Porque o Acesso à Justiça é um direito inalienavel num Estado de Direito Democrático, e está cada vez mais dificultado, mais limitado, por factores económicos e de afastamento dos Tribunais às populações que devem servir.
Vítor L. Iniciativa louvável, pois, na verdade, é preciso não esquecer que o Acesso ao Direito e à Justiça, é um direito fundamental de cidadania, que urge preservar e aprofundar.
Maria . Sim, porque esse direito , consagrado no princípo da jurisdição efectiva ( Artº 20º da CRP e do Artº 3º da LAJ ) em Portugal, ainda não é efectivo, nem está perto disso .Prova disso , está na enorme diferença com que o Estado portugues , remunera os serviços prestados por advogados noa Sim, porque em portugal o princípio da jurisdição efectiva ( Artº 20º da CRP e 3º da LAJ ) não está em pleno vigor .Basta ter em conta,as diferenças praticadas pelo Estado no tocante á remuneração de advogados no âmbito do AJ e a remuneração do Estado por outros serviços prestados por colegas .Compare-se também com os montantes pagos nos outros países da Europa .
Carlos C. Estou completamente de acordo!

Assinaram a petição
581 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição