Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Abolição dos Touros de Morte em Portugal

Para: Assembleia da República; Presidente da Assembleia da República

Os touros de morte são proibidos em Portugal desde 1928, há praticamente um século. Contudo, uma autorização especial / "excepção" foi assinada por um membro da Inspecção-geral das Actividades Culturais permitindo que a lide com touro de morte fosse autorizada em freguesias como Monsaraz ou Barrancos.

Não achamos justo que na inspecção-geral das actividades culturais alguém tome uma decisão de excepção a algo que vai contra a opinião de tantos mais indivíduos, diremos - a maioria da população de um país inteiro. Ano após ano, a tauromaquia atinge mínimos históricos de corridas e de público no nosso país. Desde 2010 as touradas já perderam mais de 53% do seu público. A tauromaquia tem um peso cada vez mais insignificante em Portugal. A lide com touros de morte, feita por excepção, depois de proibida há quase um século, (sem contar que estes municípios, antes de autorizada a excepção, o continuaram a fazer) é inadmissível.

A lide com touros de morte é do desagrado da maioria dos cidadãos. A lide com touro de morte não faz parte da nossa cultura há quase cem anos, é mais do que proibida em todas as nossas cidades. Questionamos como possa surgir uma excepção destas, sendo aprovada, revoltando e indignando a maior parte da população portuguesa?

A ONU, mais especificamente, o Comité dos Direitos das Crianças, alertou Portugal para os riscos das demonstrações tauromáquicas com a participação de crianças, quer como participantes quer como espectadores, mostrando preocupação com os efeitos na saúde física e mental dos menores. Pelo menos em Monsaraz, as mesmas são até incluídas no programa das Festas de Nosso Senhor Jesus dos Passos - com "demonstrações" para as mesmas.

Não é de direito que para entretenimento de uma minoria, se abram "excepções" a actividades retrógradas, sem ética nem moral, que permitam o divertimento dessa minoria que ainda celebra costumes da idade média onde se bate palmas à custa de sangue e de sofrimento, quando todo o país o proíbe.

É inquestionável os danos físicos e psicológicos a que o animal é sujeito. É inquestionável que o animal morre impotente e magoado, num acto de humilhação e de superioridade demonstrado pelos humanos. É inquestionável que a lide com touro de morte é uma prática sangrenta, violenta, bárbara. É inquestionável que perturbe a saúde mental de quem assiste a um animal sendo rasgado com bandarilhas e a cuspir sangue. Se isto não é já suficiente nos espectáculos tauromáquicos, é necessário ainda sujeitá-lo ao seu assassinato por essa via cruel e desnecessária?

Onde está o respeito pela nossa democracia? Queremos em nome da mesma que a nossa opinião seja respeitada, e que este número de assinaturas alerte a Assembleia da República para a alteração desta "excepção" que em nada vem dar bom nome ao nosso país e à nossa cultura. É um retrocesso de uma atitude de paz, respeito, e evolução que já tinha sido alcançada. Não faz parte do ideal de um Portugal evoluído e de bem, pacífico e consciente do valor da Vida - de todas as vidas - que se quer transmitir.

Por favor considerem respeitar a dignidade animal e a opinião da população. Pedimos a abolição das lides com touros de morte em Portugal e a proibição de excepções à mesma, tal como o controle das práticas ilegais destes espectáculos.


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
1.709 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.