Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Inscrever o Alentejo no PNPOT

Para: Presidente da República, Presidente da Assembleia da República, Primeiro Ministro

Senhor Presidente da República
Senhor Presidente da Assembleia da República
Senhor Primeiro-Ministro
Excelências
A Comissão Dinamizadora de AMAlentejo e os abaixo assinados, considerando que o PNPOT-Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território está de costas voltadas para o Alentejo propõem:
1- A inscrição no PNPOT do Aeroporto de Beja, como um imperativo nacional e uma alternativa a um Novo Aeroporto na Base Aérea do Montijo cuja concretização constituiria um crime económico, social ambiental. O País não pode ir gastar 400 milhões de euros, sem contar as derrapagens, num aeroporto que não reúne as condições de segurança e de operacionalidade quando tem à sua disposição em Beja/Alentejo um Aeroporto sem custos e pronto a utilizar. O Aeroporto de Beja serve todo o sul do País, contribui para resolver, no imediato, a pressão sobre Lisboa e Faro que estão a “rebentar pelas costuras” e constitui um importante instrumento de valorização e desenvolvimento para o Alentejo e para o todo Nacional. Com o Aeroporto de Beja/Alentejo ganha Portugal.
2- A modernização/Electrificação de toda a linha ferroviária do Alentejo (Portalegre-Évora-Beja-Funcheira/Faro) que garante as ligações de Portalegre e Beja a Lisboa e ao Algarve/Faro que exige um investimento de apenas 30 milhões de euros e irá contribuir para o desenvolvimento de uma zona do interior do País que representa 1/3 do território nacional e colocar o Aeroporto de Beja/Alentejo a cerca de uma hora do centro de Lisboa e do Algarve. É importante falar do interior mas mais importante é tomar medidas para o seu desenvolvimento.
3- A revisão do projecto da ligação ferroviária Sines-Caia pelo Poceirão, que não serve o Alentejo e tem impactos ambientais negativos que importa considerar, e assegurar a ligação por Beja de forma a valorizar o investimento público de 2500 milhões de euros feitos em Alqueva e, desta forma, beneficiar todo o Alentejo e Portugal.
4- Concluir algumas vias fundamentais inscritas no Plano Rodoviário Nacional, mas que continuam a ser letra morta, como o IP8 em perfil de auto-estrada, o IC13, o IC27, o IC4 e considerar um novo IC que ligue Beja a Odemira por Aljustrel.
5- A utilização dos fundos do PT 2020, ainda disponíveis, para o início imediato das infra-estruturas atrás referidas e a garantia da sua conclusão com o PT2030.
Os signatários consideram que é tempo de utilizar os parcos meios financeiros disponíveis ao serviço do desenvolvimento harmonioso de todo o País. Com as medidas apontadas PORTUGAL TEM TUDO A GANHAR. BASTA DE DESPERDÍCIOS.
A Comissão Dinamizadora de AMAlentejo
  1. Actualização #1 Encerramento

    Criado em quinta-feira, 23 de Agosto de 2018

    Porque é imperioso concentrar todas as assinaturas na Petição Pública " Plataforma Alentejo Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional" cujos objectivos transcendem o da presente Petição. A Comissão Dinamizadora de AMAlentejo.




Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
1.842 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.