Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Contra o encerramento dos Serviços do Hospital SAMS – Maternidade, Bloco de Partos, Neonatologia

Para: Direção do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas (SBSI)

Nos anos recentes a atual Direção do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas (SBSI) tem procedido ao encerramento de vários serviços dos SAMS, nomeadamente posto de Setúbal e Atendimento Permanente de Pediatria no Hospital dos SAMS.

Atualmente, pretende fechar mais serviços: Maternidade, Bloco de partos, neonatologia, todos a funcionar no Piso 4 do Hospital dos SAMS alegando como motivos “a diminuição acentuada do número de partos e um crescente volume de encargos.
Esta decisão não vai minimamente de encontro ao que tem sido a postura da instituição face a estes serviços nos últimos anos sendo por isso incompreensível.

Assim veja-se:
"A Maternidade do Hospital dos SAMS com 20 anos de actividade e mais de 17500 bebés nascidos, foi recentemente renovada e equipada para continuar a garantir as melhores condições para o bebé e para mãe no parto". Esta frase foi retirada do site do próprio SAMS Prestação Integrada de Cuidados de Saúde onde ainda se encontra online (https://pics.sams.pt/Servicos/Paginas/SAMSMaternidade.aspx), não se sabe por quanto mais tempo…

O número referido, de 17 500 nascimentos, já não se encontra, no entanto atualizado.
No fim de 2014, o SAMS, após terminar as referidas renovações lançou um vídeo promocional e informativo do qual se pode ver o excerto que se refere à maternidade (https://vimeo.com/257111391).
Como se pode ouvir no vídeo, a maternidade do SAMS é “merecedora de um carinho especial” e já lá nasceram mais de 20 000 bebés SAMS.
O vídeo continua referindo que “a renovada maternidade dos SAMS tem o MAIOR CRESCIMENTO em percentagem do número de partos em 2014 DE TODAS AS MATERNIDADES DO PAÍS”. E nos anos subsequentes a 2014 o número de partos continuou a crescer.

Factos:
A maternidade dos SAMS está aberta há mais de 20 anos.
Já lá nasceram mais de 20 000 bebés SAMS.
A maternidade dos SAMS (e demais serviços) foi recentemente renovada (há cerca de 4 anos).
Essa renovação e atualização de equipamento implicou avultado investimento financeiro.
Sempre garantiu e continua a garantir as melhores condições para o bebé e para mãe no parto.
O número de partos desde 2014 tem vindo a crescer.
É uma unidade referencial a nível nacional, por muitos considerada uma das melhores senão a melhor do país.
Em 2014 era merecedora de um carinho especial.
Em 2018 já não é necessária e pode ser encerrada.

Em 2013, o Dr. Adalberto Campos Fernandes, na altura Presidente da Comissão Executiva do SAMS, atualmente Ministro da Saúde, dizia no Editorial de uma publicação do SAMS:

“O SAMS tem do seu lado uma enorme vantagem que resulta do seu legado histórico que o transformou numa das melhores realizações concretizadas, em Portugal, nas últimas décadas, no âmbito do apoio e da proteção social e na saúde.”

“A estratégia de crescimento, do reforço da quantidade e da qualidade das respostas, da melhoria dos processos e da humanização dos serviços vão ao encontro das legítimas expetativas de todos aqueles que têm contribuído para a criação deste projeto de referência e com uma forte reputação institucional.”

“Procuraremos responder, da maneira mais eficaz e responsável, às responsabilidades de cobertura assistencial, individual e familiar, através de um aprofundamento da integração de cuidados que tenha em conta diferentes realidades ao longo das diversas fases do ciclo de vida.”

Vai o encerramento desta maternidade servir o propósito dos SAMS de “apoio e da proteção social e na saúde”?
Vai o encerramento desta maternidade reforçar “A estratégia de crescimento, do reforço da quantidade e da qualidade das respostas, da melhoria dos processos e da humanização dos serviços” dos SAMS?
Vai o encerramento desta maternidade “responder, da maneira mais eficaz e responsável, às responsabilidades de cobertura assistencial, individual e familiar, ... tendo em conta diferentes realidades ao longo das diversas fases do ciclo de vida”?
Vai o encerramento desta maternidade servir o SAMS? Os seus beneficiários? Os seus utentes?

Assine esta petição.
Vamos mostrar a nossa vontade de que de continuem a nascer bebés SAMS
Acreditamos ser essa a vontade dos beneficiários e outros utentes SAMS.
Acreditamos ser essa a vontade da população em geral


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
2.209 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.