Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pela IRRADIAÇÃO DE JORGE DE SOUSA da Arbitragem portuguesa

Para: Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Presidente da Liga Portuguesa de Futebol, Presidente do Conselho de Arbitragem

Exmos. Senhores,


Os adeptos estão fartos da adulteração da verdade desportiva e que o futebol português não dê um exemplo ao seu próprio País, no sentido de premiar o mérito em detrimento do compadrio.

Os Adeptos - não só leoninos mas também aqueles de todos os Clubes que pretendam a verdade desportiva e abominam "campos inclinados" - exigem a irradiação imediata do Árbitro/VAR Jorge de Sousa, considerando que o mesmo não tem condições psicológicas para arbitrar qualquer jogo da Liga Portuguesa ou da Segunda Liga.

Com efeito, é público e notório que este Árbitro internacional mudou por completo o seu comportamento como Juiz de campo depois de ter sido (juntamente com a sua família) ameaçado por adeptos benfiquistas, os quais foram devidamente condenados em Tribunal.

A partir desse momento, este Árbitro ficou como que condicionado perante os jogos em que tem de arbitrar o SL Benfic@ (o @ é a denominação actualizada ao Clube de Carnide em função do caso dos emails que vossa senhorias continuam a ignorar e a dar azo a que os árbitros mereçam o epíteto de "padres" para as "missas campais" na catedral do Carnide).

Com efeito, há precisamente um ano, Jorge de Sousa arbitrou o derby o Estádio da Luz e perdoou ao Benfic@ duas grandes penalidades que ficam para a história como o voleibol do Pizzi e o andebol de Nélson Semedo.

Ontem, dia 1 de Dezembro de 2017, no clássico das Antas (em que, nesta "gastronomia enviesada", há 40 anos, que marca o futebol luso, a "salada de fruta" recebeu e defrontou a "salada de polvo") Jorge de Sousa perdoou um penalty a Luisão e assinalou um fora-de-jogo a Aboubakar, assim anulando mal o golo do clube do "Calor da Noite".

E no lance do penalty a situação é tão mais grave que poderia ele próprio ter tomado a iniciativa de consultar as imagens em campo e não o fez, pois parece que marcar penalties contra o Benfic@ é um pecado (para os padres e vídeo-padres) ou só é marcado quando dessa marcação já não há influência no resultado.

Em função do exposto, deve o árbitro Jorge de Sousa - que desonra as vestes de um Juiz - ser irradiado do futebol português e, para que não fique desempregado, sugerimos os bons ofícios do Presidente da Direcção de Federação, para que interceda junto do corrupto futebol grego e o coloque sob a guarda de Vítor Pereira.
Isto para que não nos acusem de não darmos "novas oportunidades" mesmo a quem delas não a mereça.

Jorge de Sousa não tem condições nem para apitar nem os jogos do Benfic@ (sinal de protecção divina) e nem para dirigir os jogos dos rivais ao título, pois sobre o mesmo não mais deixu de recair a suspeita de que, com as suas decisões e condicionado que está ao Carnide, em caso de dúvida irá sempre prejudicar um rival e, assim, beneficiar indirectamente o clube do colinho.

Ora, quando recaem suspeitas sobre um Juiz, o mesmo ou avança com um incidente de escusa para julgar ou arbitrar ou, se não o faz, é afastado pelos seus superiores.

Só não se perceberia a inacção da Federação se não atentássemos ao facto do próprio Presidente da Direcção da Federação estar refém do Benfic@ (pelo facto deste clube ter na sua posse o conteúdo das suas mensagens de telemóvel) - e assim actuar como uma miss universo que pretende a paz no Mundo - e do Presidente do Conselho de Arbitragem, enquanto líder da APAF ter enviado a resposta-tipo dos árbitros no vergonhoso caso dos vouchers ao primeiro-ministro dos emails Paulo Gonçalves, 4 dias antes das declarações do coreano do carnide (também conhecido publicamente por ladrão de camiões e caloteiro dos lesados do BES) à Comissão de Inquérito da Liga.

E só se percebe o temor reverencial do Presidente da Direcção da Liga, ao apregoar um "futebol com talento" mas que é desvirtuado com os "campos inclinados", quando o mesmo foi vítima de uma agressão dos índios encarnados no centro comercial Colombo. O eventual receio de reincidência é pois um claro condicionamento.

Nós, adeptos, sustentamos as mordomias e regalias de todos vós, incluindo os bem pagos elementos da arbitragem.
Não queremos pagar mais para que o crime compense.
Exigimos a limpeza do futebol desta escória protagonista de tráficos de influências que condiciona o desempenho daqueles que julgam (seja em campo, delegados da Liga incluídos, ou sejam os processos disciplinares).

É esta protecção a um clube que fomenta o incentivo ao ódio e à intolerância.
Houvesse coragem para tratar todos por igual e o clima do futebol português pacificar-se-ia de imediato.

Termos em que exigimos a, imediata, irradiação do árbitro Jorge de Sousa das competições profissionais de futebol (Segunda Liga incluído, pois não nos esquecemos da sua postura perante o nosso jovem guarda-redes Stojkovic), porque deixou e ser digno das vestes de Juíz, alterando-as para "vestes de padre" ao serviço da "Congregação Religiosa do Carnide" fruto das ameaças a que foi sujeito.

Vocês são nosso assalariados por isso não pedimos deferimento, apenas ordenamos:
Cumpra-se!

Sporting dos Adeptos


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
201 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.