Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pela alteração do processo de candidatura e formulário dos concursos a Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) da Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Para: Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e Presidente da Fundação Portuguesa para a Ciência e a Tecnologia

Exmo Senhor Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Professor Doutor Manuel Heitor,

Exma Senhora Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Professora Doutora Maria Fernanda Rollo,

Exmo Senhor Presidente da Fundação para Ciência e a Tecnologia, Professor Doutor Paulo Ferrão,

Vimos por este meio transmitir o nosso profundo desagrado pelo formato e formulário adotados durante o processo de candidatura a Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) - Projetos em Copromoção, Aviso N.º 02/SAICT/2017 da FCT que decorreu de 24 de Fevereiro a 30 de Maio de 2017.

Em relação ao formato do Concurso em questão, parece-nos muito pouco eficiente em termos de produtividade profissional que o Concurso seja efetuado numa única fase, implicando o preenchimento de um formulário extremamente extenso, moroso e detalhado, que exige um dispêndio considerável de tempo, que não se compadece com as reais possibilidades/probabilidade de aprovação, em virtude dos montantes disponíveis para financiamento. Na realidade, esta situação traduz-se na necessidade de, a grande maioria dos Doutorados do país, pararem ou abrandarem consideravelmente o seu trabalho quotidiano, para se dedicarem ao complexo processo de composição de um projeto científico em todas as componentes requeridas; desde as componentes estritamente científicas (Sumários, Descrição técnica, Lista de Atividades, Constituição da Equipa de Investigação, Indicadores de Realização), às componentes orçamentais detalhadas, passando pelas justificações da ideia científica a propor nos Domínios Prioritários da Estratégia de I&I para uma Especialização Inteligente (ENEI), Domínios Prioritários da Estratégia Regional de I&I para uma Especialização Inteligente (EREI) e Desafios Societais do H2020.

Face à experiencia neste processo, em nosso entender, seria mais eficaz o processo de candidatura ser efetuado em duas fases: uma primeira fase, em que a componente científica seria apresentada nos mesmos moldes dos concursos anteriores da FCT, acrescida de um campo único onde fosse explanada de forma genérica a relevância da ideia nos Domínios Prioritários da Estratégia de I&I para uma Especialização Inteligente (ENEI), Domínios Prioritários da Estratégia Regional de I&I para uma Especialização Inteligente (EREI) e Desafios Societais, pois compreendemos que a Ciência deve estar perto da Sociedade e da Economia do país; e uma segunda fase, que implicaria para os projetos aprovados na fase anterior, uma descrição mais detalhada de todos os campos, em particular, dos campos referentes ao orçamento e recursos humanos (esforço a alocar a cada tarefa, etc).
Num contexto de reflexão científica mais alargada, é ainda de realçar que o actual molde de concurso exige uma revelação completa da ideia de investigação, acompanhada de um planeamento detalhado da respectiva proposta. Um concurso faseado, com linhas temáticas bem definidas contribuiria certamente para uma maior salvaguarda das linhas de investigação e ideias inovadoras, que são a mais-valia das equipas no mundo científico e, em último caso, para Portugal.

Por outro lado, numa perspectiva mais técnica, o formulário adotado durante este concurso através da Plataforma de Acesso Simplificado (PAS) 2.0 revelou-se muito menos flexível e amigável do que o anterior formulário adotado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Em concreto, o formulário da plataforma PAS 2.0 revelou-se sofrível nos seguintes pontos:
i) Impossibilidade de mais do que uma pessoa trabalhar online no formulário de candidatura;
ii) Impossibilidade de preenchimento do formulário utilizando a funcionalidade "Copiar e Colar" no sistema operativo macOS (browsers Safari e Mozilla Firefox);
iii) Tamanho da fonte e formato do texto (fonte vinculativa demasiado pequena, desformatação do texto, substituição de caracteres por pontos de exclamação, etc);
iv) Ocorrência de episódios de eliminação de campos previamente preenchidos;
v) Impossibilidade de visualização completa dos campos preenchidos e da visualização do documento completo;
vi) Impossibilidade de gravação do ficheiro final em formato pdf;
vii) Inexistência de resposta a questões referentes ao formulário e colocadas através da plataforma do Balcão 2020 dentro do prazo do concurso;
viii) Obrigatoriedade de introdução das referências bibliográficas individualmente, sendo que cada referência é composta por quatro campos distintos (Referência, Ano, URL, Publicação).

Deste modo, tendo em vista a produtividade científica e, consequentemente, económica do país, solicitamos que estas questões sejam consideradas por V. Exas e que, em futuros concursos de projetos IC&DT, possam ocorrer mudanças que constituam melhorias efetivas em relação ao processo de candidatura e formulário adotados.
Da nossa parte, estamos inteiramente disponíveis para colaborarmos ativamente na construção de uma nova solução que vise ultrapassar, pelo menos, os problemas acima mencionados.
Atentamente,

Irene Martins- (CIIMAR, Universidade do Porto)
Vânia Freitas- (CIIMAR, Universidade do Porto)
Miguel Mendonça da Fonseca- (CIIMAR, Universidade do Porto)
Martina Ilarri- (CIIMAR, Universidade do Porto)
Marina Dolbeth- (CIIMAR, Universidade do Porto)
Filipa Bessa – (MARE, Universidade de Coimbra)
Ana Marta Gonçalves- (MARE, Universidade de Coimbra)
Fátima Alves (CFE, Universidade de Coimbra)
Heliana Teixeira (CESAM, Universidade de Aveiro)
Lígia Pinto (MARETEC, Universidade de Lisboa)
Bernardo Duarte (MARE, Universidade de Lisboa)
Paula Castro (CFE, Universidade de Coimbra)



Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
475 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.